Sábado, 27 de Novembro de 2021

A tecnologia portuguesa que ajuda na luta contra a Covid-19

Foi criada no âmbito de um projeto liderado pelo Campus de Tecnologia e Inovação da BLC3, em Oliveira do Hospital, em parceria com a Universidade do Minho e as Faculdades de Farmácia das universidades de Lisboa e de Coimbra

-PUB-

A AT MicroProtect é uma tecnologia pioneira no mundo que promete dar que falar na luta contra a propagação da Covid-19, isto porque, em apenas um minuto, consegue inativar 99% das gotículas presentes no meio aéreo, sendo que em cinco minutos pode destruir 100% das partículas. 

“Num minuto, numa amostra de 16.982 partículas do vírus SARS-CoV-2, apenas cinco não foram inativadas, o que deu um resultado de 99,97%. E, ao fim de cinco e 15 minutos, obteve-se uma inatividade total, sem qualquer variação no comportamento do vírus”, referiu, à Lusa, João Nunes, coordenador da investigação.

O ensaio foi efetuado em 27 amostras diferentes, sendo “todos os resultados validados cientificamente”, acrescenta o investigador e presidente da associação BLC3.

COMO FUNCIONA?

Com grande eficácia e rapidez na ação, a tecnologia está sustentada num conceito novo de “física inversa”, que irá controlar e orientar a emissão de comprimentos de ondas, e com um novo princípio de mecânica e fluidos que prometem o escoamento e propagação do vírus por via aérea.

A tecnologia pode ser aplicada, numa primeira fase, na proteção dos profissionais do setor da saúde, nos meios de transportes aéreos e terrestres e no interior de edifícios com maiores aglomerados de pessoas, como aeroportos e centros comerciais

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.