Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Além dos jovens casais, também os bebés vão ter direito a apoio financeiro

Mais 13 casais murcenses começaram a receber o subsídio de apoio ao casamento, atribuído pela Câmara Municipal de Murça. Uma medida que tem por objectivo final a fixação de jovens no concelho transmontano e á qual se poderá juntar o apoio ao nascimento que, depois de aprovado pela Assembleia Municipal local, concederá 750 euros, pelo […]

PUB

Mais 13 casais murcenses começaram a receber o subsídio de apoio ao casamento, atribuído pela Câmara Municipal de Murça. Uma medida que tem por objectivo final a fixação de jovens no concelho transmontano e á qual se poderá juntar o apoio ao nascimento que, depois de aprovado pela Assembleia Municipal local, concederá 750 euros, pelo nascimento de cada criança.

 

A Câmara Municipal de Murça aprovou, em reunião autárquica, o estabelecimento de um subsídio social que prevê a atribuição de 750 euros, por nascimento, anunciou João Teixeira, autarca local, no dia em que foi entregue mais um conjunto de prestações do subsídio ao casamento, a 36 jovens casais.

O autarca de Murça explicou que, apesar de aprovada, em reunião da Câmara Municipal, a medida irá ser debatida, na Assembleia Municipal, na próxima reunião que se realizará em Fevereiro.

João Teixeira contabilizou que, em 2006, foram registados, em Murça, 47 bebés, contra 63 óbitos.

“Sabemos que não é só por causa deste tipo de subsídios que os jovens se fixam em Murça”, explicou o autarca, salientando, no entanto, que as políticas sociais adoptadas pela autarquia têm dado os seus frutos e prova disso é que os subsídios ao casamento terão continuidade, embora contem, agora, com alguns novos contornos.

A partir de Janeiro de 2007, só os casais com um rendimento mensal inferior a 1500 euros é que receberão o subsídio de apoio ao casamento, ao contrário do que vinha a acontecer, até à data, uma vez que todos poderiam concorrer à benesse municipal que sofrerá, também, uma redução de 500 euros.

Na segunda-feira, foram 14 os novos casais que começaram a receber o apoio autárquico, numa cerimónia em que foram, também, distribuídas parcelas referentes a 2005 e 2004, num total de 36 jovens casais contemplados, o que corresponde a um montante de 22 mil euros.

Desde a sua implementação, em 2002, o subsídio de apoio ao casamento já abrangeu 117 casais, sendo investidos cerca de 250 mil euros.

Marília Santos e Vítor Macedo, de 22 e 25 anos, respectivamente, foram um dos casais que voltaram à autarquia de Murça, para receber mais uma parte do subsídio, no caso destes, a última.

“O dinheiro que recebemos deu muito jeito, sobretudo no início do casamento”, sublinhou Vítor Macedo, feirante, que, para além da esposa, participou na cerimónia de entrega do subsídio com a pequena Inês, de 19 meses.

“Já pensávamos ter mais filhos, por isso, ficamos satisfeitos com o futuro subsídio de apoio ao nascimento”, explicou Marília Santos.

“A prestação inicial serviu para dar entrada à compra de habitação”, salientaram, também, Elisabete Augusto e Rui Fernandes, os quais prometem vir a usufruir do subsídio à natalidade, em breve.

 

Maria Meireles

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.