Sábado, 19 de Junho de 2021
©DR

Aluna de Boticas é finalista do Concurso Nacional de Leitura

Mariana Pires, aluna do 4º A do Agrupamento de Escolas Gomes Monteiro, em Boticas, é uma das cinco finalistas do 1º. Ciclo do Ensino Básico, na 14ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL).

-PUB-

A aluna, natural de Boticas, marcará presença na final do CNL que se realizará no próximo sábado, no Parque dos Poetas, em Oeiras.

Depois de ter vencido as várias fases do concurso, na sua categoria, Mariana Pires ficou também apurada na prova de pré-seleção nacional que decorreu no passado dia 19 de maio, na Biblioteca Municipal de Boticas.

É a primeira vez que um aluno de Boticas chega diretamente à prova final de palco do concurso, facto que merece reconhecimento de toda a comunidade educativa e da população do Concelho.

Para além desta prestação, Mariana Pires terá ainda a oportunidade de ser também premiada com a gravação de um vídeo, apresentando um spot a recomendar o seu livro favorito, oportunamente produzido e enviado ao Júri Nacional.

Os resultados obtidos pelos alunos do Agrupamento Escolar orgulham o executivo municipal e são a prova de que todos os esforços e investimentos realizados na educação dos jovens são profícuos.

O CNL 2021 é organizado pelo Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027) em parceria com Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, IP), Direção-Geral de Administração Escolar/Direção de Serviços de Ensino e das Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DGAE/DSEEPE), com o apoio da Rádio Televisão Portuguesa (RTP) e tem como objetivo principal estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora nos alunos do ensino básico e do ensino secundário.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.