Sábado, 3 de Dezembro de 2022
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Alunos ajudam a promover a biodiversidade

Alunos de escolas dos cinco concelhos do Vale do Tua ajudaram a colocar abrigos e ninhos em áreas fortemente humanizadas.

PUB

O projeto “Vale da Biodiversidade” foi desenvolvido pelo CIBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos) e incluiu a colocação de abrigos e ninhos nas escolas dos cinco municípios (Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça e Vila Flor), onde os alunos estiveram envolvidos, já que ajudaram a construir e a colocar esses abrigos.

Artur Cascarejo, diretor do PNRVT (Parque Natural Regional Vale do Tua), explicou que esta iniciativa “teve uma dupla função. A atividade visa restaurar habitats perdidos e, em simultâneo, criar elos com os nossos alunos, desafiando-os a continuar a implementação do projeto, construindo as suas próprias caixas abrigo”.

Esta atividade baseou-se na colocação de caixas abrigo e ninhos, visando a fixação de populações de indivíduos de espécies protegidas em áreas fortemente humanizadas, no sentido de restaurar habitats perdidos pelo incremento da construção.

Esta foi uma das fases mais importantes de um projeto, pela sua componente de educação ambiental, a que se juntam outras, de igual importância, dirigidas à comunidade em geral.

Recordamos que o PNRVT se juntou à plataforma de ciência cidadã BioDiversity4All, com o nome “A Biodiversidade do Vale do Tua”. Esta plataforma assenta na deteção de espécies e recolha de informação sobre a sua distribuição em tempo real. Foi lançado o desafio a toda a população dos municípios que integram o Parque e também aos visitantes, para que, individualmente ou em família, façam através de um telemóvel/tablet o registo de um maior número possível de espécies, quer seja na varanda, quintal, jardim perto de casa ou mesmo durante os passeios pelos nossos percursos pedestres.

Para além disso, três exposições fotográficas itinerantes, com temáticas diferentes, continuam a sua itinerância, pelos cinco concelhos abrangidos pelo PNRVT, que tem desenvolvido um “importante trabalho de promoção e partilha de conhecimento, para que a comunidade local perceba a riqueza que a biodiversidade representa para o território, a possa valorizar e contribua para a sua preservação”, conclui Artur Cascarejo.

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.