Terça-feira, 29 de Novembro de 2022

Alunos e professores do Agrupamento Morgado Mateus visitaram a Bulgária

No âmbito do projeto "Erasmus + - Soft Skills, Strong Persons"

-PUB-

Enquanto país e agrupamento coordenador do Projeto Erasmus + – Soft Skills, Strong Persons, o Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus levou até à Bulgária, mais concretamente à capital, Sófia, uma equipa constituída por três professoras e oito alunas finalistas do ensino secundário do agrupamento, às quais se juntaram, entretanto, as equipas da Itália e da Polónia, parceiros deste projeto desde o ano letivo transato. Neste encontro estiveram envolvidos 10 professores e 17 alunos portugueses, italianos, polacos, juntamente com os elementos da escola acolhedora.

Na Escola Ivan Hadjiiski em Sófia, o propósito era o de dar continuidade ao mote do Erasmus+ e espalhar e promover a importância das soft skills, como quem diz, as habilidades interpessoais, comportamentais, sociais e emocionais, competências fundamentais para alcançar o sucesso pessoal e escolar.

O espírito dos programas Erasmus + passa por contribuir para a excelência do ensino e formação na União Europeia através da internacionalização e da cooperação entre escolas de diferentes países, incentivando a criatividade, a inovação e o espírito empreendedor, e promovendo a igualdade, a coesão social e a cidadania ativa. Este projeto em particular, Soft Skills, Strong Persons, inova pela sua temática – promoção da Inteligência e Gestão Emocional em ambiente escolar.

O Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus, enquanto escola coordenadora do projeto, “tem a responsabilidade acrescida de reforçar a importância desta temática nos países parceiros, sobretudo em tempos tão desafiantes como os atuais nos quais as nossas crianças e jovens alunos enfrentam um mundo no qual o pensamento crítico, a capacidade de resolução de conflitos, trabalhar em rede e a gestão de tempo são cruciais”.

Durante a semana de trabalho, foram realizadas várias atividades e práticas que promoveram o desenvolvimento das múltiplas inteligências, a capacidade de gerir as emoções, a dançaterapia, a gamificação e a técnica do debate sob a temática – “A Raiva é vantajosa num momento de maior ansiedade?”.

O mundo das emoções foi explorado por todas as equipas de participantes, para que o desenvolvimento das habilidades comportamentais estivesse sempre presente.

O projeto tem um impacto significativo também ao nível do próprio agrupamento, cujos alunos, na sua maioria, “têm tido um contacto direto com a temática da gestão e inteligência emocional como forma de reforçar o sucesso escolar”.

Neste momento e no sentido de dar continuidade ao projeto, está já em preparação a próxima reunião prevista para fins de maio e que, mais uma vez, vai contribuir para a dimensão europeia da educação e reproduzir o espírito Erasmus +, reforçando o que é “Ser Europa”.

 

 

 

 

 

 

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.