Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021
Levi Leandro
Engenheiro. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

As Contradições do Sr. Presidente da CMVR…

O Sr. Presidente da CMVR, no dia 12 de abril, resolveu dar uma conferência de imprensa, quatro meses e meio depois da grua ter caído no Campo do Calvário.

-PUB-

Este encontra-se parcialmente inoperacional desde 26 de novembro de 2018, fê-lo tardiamente, pois recebeu um ofício da empresa a declinar a responsabilidade em 15/2 e talvez preocupado por ter sido abordado “por inúmeros cidadãos” vila-realenses… 

O sr. presidente responsabilizou a empresa que utiliza a grua e a seguradora “Seguros Crédito Agrícola” detentora do seguro de “Responsabilidade Civil” da firma. O processo de licenciamento da obra deve estar legal…. O sr. presidente, disse: “apelo aos vila-realenses e ao país em geral, que tenham cuidado com esta companhia de seguros, Seguros Crédito Agrícola”, no mínimo foi deselegante, defendeu a “Geringonça” na quantia que “dizem” que gastam semanalmente 3316,84€, valor que obrigaria a “direção” do Clube, até final de abril (23 semanas) a fazer um reforço orçamental a rondar os 70000€?…, (folhetim à Popó, exagerado²). Sr presidente, sem show off, com pragmatismo e assertividade, deve centrar-se na restituição total da infraestrutura do Calvário (o deficiente sistema de rega já tem barbas com mais de 2,5 anos…). Informo-o também que segundo a opinião de alguns técnicos, o recinto já poderia estar funcional de forma PROVISÓRIA, com cerca de 25m² de relva sobrante que existe nos armazéns da CMVR…

No dia 13 de abril, o Abambres Sport Clube comemorou o seu 51º aniversário, desde já os meus parabéns, pelo excelente trabalho que têm feito no crescimento do vosso património, na consolidação das vossas contas, bem como na formação de atletas, sendo provavelmente o clube com mais praticantes no futebol de formação, e o único do concelho com uma equipa a disputar os campeonatos nacionais. O sr. presidente de Câmara esteve presente, e em vez de elogiar apenas o Clube, pelo trabalho que vem desenvolvendo, aproveitou no final a presença da Rádio Voz do Marão para censurar o comportamento de “outro clube” do concelho que discute na praça pública os credores etc…

Sr. presidente, o outro clube é aquele que como gosta de dizer, transporta o nome da nossa cidade e que em 25/5/18, V. Exa. afirmou que suspendia os subsídios autárquicos, enquanto não houvesse eleições. 

Sr. presidente, o outro clube é aquele que V. Exa. mandou arrombar as portas, recorrendo à PSP em 25/5/18, sem falar com a direção em exercício? Parece que esta situação se está a tornar viral…, estando desta vez de acordo com o protestativo presidente, “tudo indica que seja um ressabiado”, que eventualmente venda fechaduras ou portas.

Sr. Presidente, o outro clube é aquele que V. Exa. em 16/6/18, recorreu a um seu vereador para “empossar” os “eleitos”, violando-se os estatutos do Clube.

Sr. presidente, o outro clube é aquele que sob sua proposta, a CMVR atribuiu um subsídio de 15 000€ para o Popó e em 2 de abril, a “geringonça” diz, em comunicado, que “procedeu à devolução do subsídio”. Sr. Presidente, face às constantes inverdades financeiras desta coligação, demonstre-o, pois sou adepto de São Tomé, ver para crer…

Sr. Presidente, o outro clube é aquele que V. Exa, mais o seu vereador do costume e um advogado desta cidade, enquanto membros de uma “comissão diretiva” contraíram a maior dívida do Clube (220000€) pelo menos neste século, originando mais tarde a perda da sede. Dívida que foi negociada por 33000€ com a instituição bancária, paga até 31/10/18 com os dinheiros atribuídos à formação, aprovado em reunião de câmara realizada em 24/9/18.

Sr. Presidente, na praça pública, defende o “outro clube” ao dia 12 e critica-o no dia 13, estas contradições demonstram que V. Exa, como Lena D`Água canta em “demagogia”, é formado em falar demais…

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.