Domingo, 26 de Maio de 2024
No menu items!

Azeite Porca de Murça eleito o melhor do mundo

-PUB-

Ao longo deste ano, o azeite Porca de Murça recebeu vários prémios internacionais na América, Europa e Ásia, colocando-o entre os melhores do mundo, nas qualidades de cobrançosa e cordovil.

Os dados são do “Evoo Worl Ranking”, criado para mostrar ao consumidor a qualidade dos Azeites Virgem Extra mais premiados em todo o mundo. Publicado anualmente há mais de 10 anos, este ranking mundial tem por base o sistema de classificação WRW & S (Worl Ranking Wine & Spitit), criado em 1997 pela Associação Mundial de Jornalistas do Vinho e de Bebidas Espirituosas (WAWW).

“Estes lotes monovarietais extraídos pela Cooperativa Agrícola dos Olivicultores de Murça, e produzidos apenas por agricultores do concelho, são fruto de uma colheita cuidada e precoce, realizada no início de novembro, por processos exclusivamente mecânicos e por extração a frio. São verdadeiros sumos de fruta 100% natural”, explica Francisco Vilela, presidente da Cooperativa dos Olivicultores de Murça.

Para se ter uma ideia, ao longo deste ano, o Azeite Porca de Murça arrecadou, em sete dos maiores concursos internacionais, 16 medalhas com as suas edições DOP, Cobrançosa, Cordovil, Biológico e Lote Milhões, sendo que este último lote conquistou, em junho, a distinção “Best of Show” e foi considerado o melhor Azeite de Portugal no prestigiado concurso internacional “Olive Japan”, que decorreu em Tóquio, no Japão, e é, nada mais nada menos, que o maior concurso internacional de azeites realizado na Ásia e Oceânia.

O Azeite Porca de Murça conquista agora o mais alto patamar do pódio dos melhores azeites do mundo, o que faz dele um verdadeiro embaixador dos azeites portugueses além-fronteiras.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS