Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Centro de Estudos em Letras da UTAD vai organizar dois congressos mundiais

O Centro de Estudos em Letras (CEL), sediado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), acaba de ser o escolhido, nas respetivas assembleias gerais, para receber e organizar, em setembro do próximo ano, dois congressos mundiais de Historiografia Linguística.

PUB

Trata-se dos colloquia da associação do Reino Unido Henry Sweet Society for the History of Linguistic Ideas (HSS) e da alemã Studienkreis ‘Geschichte der Sprachwissenschaft’ (SGdS), sediada em Münster.

Segundo Carlos Assunção, presidente da Comissão de Organização de ambos, estes congressos representam consolidação internacional do CEL como centro de investigação na disciplina de Historiografia Linguística ou História das Ciências da Linguagem, pois estarão na UTAD os maiores especialistas mundiais desta disciplina científica quer do mundo germanófono quer anglófono.

Carlos Assunção, que é também o presidente da Escola de Ciências Humanas e Sociais da UTAD, acrescentou ainda que a realização destes dois congressos será muito relevante para a próxima avaliação internacional do CEL como centro de investigação e desenvolvimento na área da linguística e consolidação desta área de investigação, pois a Henry Sweet Society for the History of Linguistic Ideas, fundada em 1984, e a Studienkreis ‘Geschichte der Sprachwissenschaft’, fundada em 1988, têm como principais objetivos promover e encorajar o estudo da história de todos os ramos do pensamento linguístico, teórico e aplicado, incluindo as tradições não europeias, como a linguística missionária.

 

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.