Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022

Cerca de trezentos livros portugueses entregues em escolas do Luxemburgo

Divulgar os escritores portugueses, junto das crianças do Ensino Básico, portuguesas e luxemburguesas, é o objectivo principal da iniciativa que a Câmara Municipal de Murça vai concretizar, durante o Verão deste ano. A vila de Beaufort será a primeira localidade a receber os livros, pelo facto de um terço da sua população ser constituída por […]

-PUB-

Divulgar os escritores portugueses, junto das crianças do Ensino Básico, portuguesas e luxemburguesas, é o objectivo principal da iniciativa que a Câmara Municipal de Murça vai concretizar, durante o Verão deste ano.

A vila de Beaufort será a primeira localidade a receber os livros, pelo facto de um terço da sua população ser constituída por emigrantes, oriundos do concelho de Murça, mais propriamente da aldeia de Fiolhoso. As obras serão colocadas na Biblioteca da Escola de Beaufort e abrangerão um público-alvo situado entre os escalões etários dos seis aos doze anos.

Para a concretização desta acção, realizou-se, em Beaufort, um encontro entre o Burgomestre local, Camille Hoffmann, e o Presidente da Câmara de Murça, João Teixeira. O autarca luxemburguês acolheu, com agrado, a intenção do Município duriense.

“É uma boa ideia, atendendo ao facto de cerca de metade dos alunos da escola serem portugueses e, ao mesmo tempo, os próprios estudantes luxemburgueses terão a oportunidade de conhecerem escritores portugueses” – garantiu Camille Hoffmann, referindo que a sua autarquia “irá disponibilizar todo o seu apoio a iniciativas que visem aprofundar os laços entre as duas autarquias. E, neste contexto e para o futuro, está previsto o intercâmbio entre as duas comunidades escolares, bem como ao nível institucional” – assegurou.

Pelo seu lado, o Presidente da Câmara de Murça, João Teixeira, considera fundamental a iniciativa, “principalmente quando se está num ano em que se evoca o escritor Miguel Torga”.

Precisamente por isto e “além de outros livros de escritores portugueses e da região, Torga irá ser alvo de uma atenção especial, nesta remessa de livros”.

Ao que apurámos, os livros, depois de inventariados, no local da recepção, serão disponibilizados, na Escola de Beaufort, para o ano lectivo de 2007/08.

 

Jmcardoso

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.