Quinta-feira, 29 de Setembro de 2022

CIM-TTM lança concurso para estudo do potencial hidroagrícola da região

O Conselho Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes aprovou, na quarta-feira (4), a abertura de um concurso de cerca de 153 mil euros para estudar o potencial hidroagrícola do território

-PUB-

Com o objetivo de “identificar as disponibilidades hídricas nos nove concelhos que integram a CIM das Terras de Trás-os-Montes (CIM-TTM)”, e “visando a beneficiação por regadio das zonas agrícolas destes concelhos, procedendo à análise da sua valia agroeconómica”, foi lançado um concurso público para estudar o potencial hidroagrícola da região.

Ao mesmo tempo, “pretende-se também identificar as culturas e áreas a submeter a regadio, e avaliar soluções técnicas para infraestruturar essas áreas em conjunto com outras possíveis utilizações, numa perspetiva de usos múltiplos”.
De acordo com comunicado da Comunidade Intermunicipal, “trata-se de um passo importante para a implementação de uma estratégia integrada neste campo, garantido a competitividade do setor agrícola.

Segundo avança o mesmo documento, “os nove autarcas da CIM das Terras de Trás-os-Montes consideram que o investimento no regadio é determinante para o futuro da agricultura, para o desenvolvimento da economia e para o aumento da coesão territorial, constituindo-se também como uma das medidas de mitigação dos efeitos das alterações climáticas”.

Além disto, “num território em que sete dos nove concelhos estão incluídos em zonas classificadas como suscetíveis de desertificação e com carência de regadio elevada ou muito elevada, a elaboração deste estudo é fundamental para potenciar o desenvolvimento sustentável da agricultura, contrariando a desertificação a que o território está exposto”, vincou a CIM-TTM.

O Estudo, que deverá estar concluído até junho de 2023, é financiado pelo Programa Operacional do Norte 2020 e abrange os concelhos de Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.