Sábado, 25 de Maio de 2024
No menu items!

CIMDOURO procura investidores nos Estados Unidos

A Comunidade Intermunicipal do Douro participa em missão de atração de investimento na maior conferência de cibersegurança do mundo em São Francisco, Califórnia, nos Estados Unidos da América (EUA).

-PUB-

A CIM Douro realiza ação de atração de investimento durante a RSA Conference, em São Francisco, que está a decorrer até amanhã, 9 de maio.

Durante o evento, a CIM apresentou “The Douro Line is our path to follow”, a estratégia de atração de investimento para a região que se materializa na criação na agência de atração de investimento do Douro.

Nesta missão, a CIM realizou reuniões bilaterais com alguns dos maiores empreendedores e investidores da área tecnológica, e promoveu a região como amiga do investidor num evento paralelo à RSA, que contou com 200 investidores da área da cibersegurança.

A missão da CIM Douro é chefiada pelo seu vice-presidente, João Gonçalves, presidente do município de Carrazeda de Ansiães, que sublinhou, à margem do evento, que “o Douro é reconhecido pelos grandes vinhos e paisagens únicas, mas precisa de sair da sua zona de conforto e alargar horizontes na procura de investimento”.

Acrescentou ainda que “foi surpreendente perceber que o ecossistema tecnológico californiano mostrou bastante aceitação pela estratégia apresentada, tendo sido realizados contactos que podem ser seminais para a captação de empresas para a região”.

João Gonçalves frisou também que “a viabilidade da região e o seu crescimento económico passa por atrair investimento para novas áreas de negócio, aproveitando o facto de quer o Douro quer as regiões vizinhas terem um ecossistema universitário que forma talento que é necessário manter na região”.

A RSA conference, é o maior evento mundial de cibersegurança e o berço de algumas das maiores empresas tecnológicas.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS