Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021
© Mariana Mota Ferreira

Concurso fica deserto por falta de documentação exigida

O concurso público para a obra de reconstrução do posto da GNR de Mesão Frio, com um preço base de 387 mil euros, teve três empreiteiros a concorrer, mas não foram apresentados os documentos exigidos por lei

-PUB-

O concurso público para a reconstrução do posto da GNR de Mesão Frio, lançado a 27 de julho, encontra-se suspenso e a aguardar instruções do Ministério da Administração Interna (MAI) para indicar qual o procedimento a realizar, sendo que “ou abrimos novo concurso e com preço base superior, ou chamamos os três empreiteiros que concorreram para apresentarem novas propostas”, afirma o presidente da câmara, Alberto Pereira.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.