Segunda-feira, 16 de Maio de 2022

Construção da Ponte de Casas Novas sai do papel 43 anos depois

Empreitada está orçada em mais de 1,1 milhões de euros, valor que será suportado na totalidade pela autarquia.

Era uma antiga reivindicação das populações de Agunchos e de Formoselos, que terão agora um acesso com “toda a segurança” até Cerva.

Em comunicado, a autarquia, liderada pelo socialista João Noronha, revela que vai avançar com a obra de “retificação do traçado e da Ponte Nova sobre o rio Louredo, Casas Novas”, uma vez que a travessia no atual pontão, com data de 1887, “nunca ofereceu condições de segurança, tornando-se perigosa, ou até mesmo impossível, nos dias de mais chuva”.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.