Terça-feira, 18 de Janeiro de 2022
© DR

Gabriel é o bebé do ano em Bragança

O primeiro bebé de 2022 do distrito de Bragança nasceu em casa, com ajuda dos Bombeiros Voluntários

-PUB-

 

De acordo com fonte dos Bombeiros Voluntários de Bragança, às 10h55 da manhã de ontem, “fomos alertados pelo CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes) para a primeira ativação de emergência pré-hospitalar”, tendo sido solicitada “uma ambulância para socorrer uma grávida que terá entrado em trabalho de parto”.

Posto isto, já na respetiva habitação particular “a nossa equipa depara-se com uma mulher de 21 anos que já teria perdido águas e o parto estava eminente”. Os socorristas “João Carvalho, Tripulante de Ambulância de Socorro e elemento da Equipa de Intervenção Permanente, e Sónia Ferreira, bombeira voluntária e Tripulante de Ambulância de Socorro, que exerce a profissão de Enfermeira-Parteira no Hospital de Bragança, assistiram o parto e ajudaram a trazer à vida um menino, filho de cabo-verdianos”.

Posteriormente, a VMER de Bragança, acionada pela equipa dos Bombeiros, prestou “apoio médico à ocorrência”. Mãe e filho foram transportados para a unidade hospitalar brigantina e encontram-se bem de saúde.

“Este foi o nosso primeiro serviço de emergência pré-hospitalar de 2022, e temos conhecimento que este é, também, o primeiro recém-nascido no distrito”, destacou a mesma fonte.

Ao que a VTM conseguiu apurar, Gabriel foi, também, o primeiro bebé a nascer em toda a região de Trás-os-Montes e Alto Douro desde as 00h00 do dia 1 de janeiro de 2022.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.