Domingo, 26 de Maio de 2024
No menu items!

GCVR em três finais no Meeting Internacional da Póvoa de Varzim

O Ginásio Clube Vila Real marcou presença no VII Meeting Internacional da Póvoa de Varzim, competição realizada no Complexo Olímpico da Póvoa de Varzim e que contou com a participação de 447 atletas em representação de 47 clubes. 

-PUB-

A equipa do GCVR esteve constituída por onze atletas: Carolina Sousa, Francisca Baptista, Margarida Fernandes, Rita Cabral, Rita Encarnação, Koen Weustink, Luís Carvalho, Luís Pires, Rafael Matias, Rodrigo Salcedas e Tomás Tinoco. Os atletas do GCVR realizaram doze novos recordes pessoais e marcaram presença em três finais.

O resultado de maior destaque foi alcançado pela estafeta masculina de 4×50 metros livres que foi 7ª classificada na final A com o tempo de 1.41.95, seguindo-se o 4º lugar alcançado pela atleta Margarida Fernandes na final B dos 50 metros livres com o tempo de 29.22. A atleta Carolina Sousa nadou a final B dos 50 metros Costas, onde foi 6ª classificada registando o seu novo recorde pessoal de 34.04. Ao nível dos resultados, a destacar ainda: o 11º lugar da estafeta feminina de 4×50 livres com o tempo de 1.59.78; o 14º lugar da estafeta masculina de 4×50 Estilos com a marca de 1.56.00; o 18º e 19º lugares de Luís Carvalho nos 100 Mariposa e 50 livres com os tempos de 1.01.75 e 25.83, respetivamente; o 20º lugar de Luís Pires nos 50 Mariposa com 27.87; o 20º lugar de Margarida Fernandes nos 100 Livres e 50 mariposa com os tempos de 1.03.50 e 31.76, respetivamente.

A equipa do GCVR teve uma prestação muito positiva numa das competições mais importantes da natação portuguesa, representando assim da melhor forma o clube e a cidade em mais uma competição internacional.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

MAIS ARTIGOS

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS