Segunda-feira, 4 de Março de 2024
No menu items!

GCVR marcou presença nos Regionais da Associação de Natação do Norte

A equipa principal de Cadetes B (10 anos) femininos do GCVR esteve, uma vez mais, presente nos regionais da Associação de Natação do Norte, prova disputada na piscina Municipal da Folgosa, no concelho da Maia.

-PUB-

Nesta competição estiveram presentes 277 nadadores, de 22 clubes, entre os quais destacamos o FCP, Clube Fluvial Portuense, Leixões Sport Clube, Vilacondense, Associação Desportiva de Fafe e Famalicão. O GCVR, com uma participação extracompetição, fez-se representar pelas nadadoras Inês Carvalho, Susana Carvalhinha, Laura Alves e Benedita Fernandes. Acompanharam os treinadores Nuno Guerra e Jorge Campaniço.

A nadadora Inês Carvalho, em três provas que participou, estabeleceu as três melhores marcas nacionais para as nadadoras nascidas em 2013, elevando para oito os melhores registos nacionais nesta época em Portugal, o que revela que é, atualmente, a maior referência nacional deste escalão. Provavelmente, um dos maiores talentos a despontar na modalidade, nos últimos anos, em Portugal.

As restantes nadadoras, em sete provas, estabeleceram cinco novas marcas pessoais. Em termos de prestação, ficaram sempre colocadas acima do meio da tabela, o que é bem representativo da constante progressão desportiva na modalidade.

Ao nível dos resultados individuais, a registar: Inês Carvalho, 100 Costas com 1:25.28, 100 Estilos com 1:30.33 e 100 Livres com 1:19.88; Laura Alves, 200 Livres com 3:36.43 e 100 Costas com 2:03.29; Susana Carvalhinha, 100 Estilos com 1:51.53 e 100 Livres com 1:34.61; Benedita Fernandes, 100 Bruços com 2:05.81 e 100 Livres com 1:40.51.
Seguem-se agora os Regionais da ARNN de cadetes B e C, no dia 17 de junho, em Vinhais, e os cadetes A, estes em Stª Marta, nos dias 8 e 9 de julho.

Prevê-se ainda um encontro técnico com equipa de cadetes da Régua e presença nos regionais de Cadetes na Associação de Coimbra, disputados na Lousã.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

MAIS ARTIGOS

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS