Segunda-feira, 26 de Julho de 2021
©Arquivo/VTM

Iberdrola apresenta soluções para ponte de arame

A Iberdrola apresentou como alternativas para a reposição da travessia Veral - Monteiros uma ponte pedonal ou uma passagem rodoviária na barragem do Alto Tâmega. Autarcas não concordam.

-PUB-

Após reivindicação da população e autarcas de Boticas e Vila Pouca de Aguiar, a Iberdrola apresentou alternativas para a ponte de arame que liga os dois concelhos: a reposição da travessia Veral – Monteiros (uma ponte pedonal) ou uma passagem rodoviária na barragem do Alto Tâmega.

No entanto, os dois presidentes de câmara manifestaram hoje a sua discordância em relação às soluções propostas porque defendem que “seja construída uma nova ponte de passagem pedonal entre Veral e Monteiros, mas sem que tal implique a exclusão da travessia de veículos automóveis no coroamento da barragem”.

Entre as aldeias de Veral (Boticas) e Monteiros (Vila Pouca de Aguiar) a passagem pelo rio Tâmega é feita, atualmente, por uma ponte pedonal de arame, uma ligação que, com a construção da barragem do Alto Tâmega, vai deixar de existir.

Notícia desenvolvida na edição de 15 de julho

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.