Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Jogo de nervos

Teve que ir a prolongamento e “penalties” o encontro entre o Sporting de Braga e a Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD)/Realfut que acabou por sucumbir “à sorte” da equipa bracarense, no dia 12, num que jogo que, realizado em Vila Nova de Gaia, fez os adeptos sofrerem de emoção com […]

Teve que ir a prolongamento e “penalties” o encontro entre o Sporting de Braga e a Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD)/Realfut que acabou por sucumbir “à sorte” da equipa bracarense, no dia 12, num que jogo que, realizado em Vila Nova de Gaia, fez os adeptos sofrerem de emoção com os “penalties” a ditarem a derrota dos universitários (8-7).

“Nada ficámos a dever à equipa do Braga, muito pelo contrário, fomos bravos, até ao fim, mas, neste caso, acabou por ganhar a equipa que teve mais sorte”, sublinhou Fernando Parente, treinador da equipa da AAUTAD que, depois do empate a três bolas, durante o período normal de jogo, viu nova igualdade, durante o prolongamento (4-4), mas acabou por perder a oportunidade de disputar a final da Taça, na fase dos “penalties”.

De realçar que o Sporting de Braga discutiu a final da competição, com o Benfica, ficando, no entanto, aquém do sonho de levar a taça para o Minho, a qual regressou às mãos do clube da Luz, com o marcador a assinalar o 2-1.

Apesar da derrota, o treinador do plantel transmontano mostrou-se satisfeito com os seus jogadores que demonstraram que “a diferença entre as equipas não era assim tão grande”. No entanto, lembrou que a formação universitária ainda tem que “conquistar o título da Segunda Divisão nacional” que, como recordou Fernando Parente, já lhes “fugiu, por duas vezes”.

“O nosso objectivo, nesta competição, foi sempre chegar o mais longe possível. Conseguimos chegar à “Final Four” e demonstrar a nossa qualidade”, concluiu o treinador.

A próxima etapa da época desportiva da AAUTAD/Realfut é depois de amanhã, altura em que a equipa vai disputar o primeiro de dois jogos que irão ditar o Campeão Nacional da Segunda Divisão. Na corrida ao título, está o líder da Série B, o Sassoeiros que, durante as 26 jornadas do campeonato, somou 21 vitórias e quatro derrotas, num total de 148 golos marcados e 83 sofridos, sendo de recordar que a equipa vila- -realense teve menos uma vitória e mais uma derrota, tendo marcado 154 golos e sofrido 91.

Apesar de o jogo de Sábado se realizar no campo do Sassoeiros, em Carcavelos, o Campeão Nacional da Segunda Divisão será conhecido, na Nave de Desportos da UTAD, no dia 26.

MM

 

 

FICHA TÉCNICA

 

Jogo disputado no Pavilhão Municipal de Oliveira do Douro (Vila Nova de Gaia).

Sporting de Braga – Berto, Daniel, Leonel, Alberto, Pedrinho, Lino, Ricardinho, Chiquinho, Pli e Coroas.

Treinador: Augusto Assunção.

AAUTAD/Realfut – Rui Cunha, Hélder Resende, Rui Ferreira, Ricardo Galatti, João Gavina, Nélson Semedo, Paulo Duarte, João Ribeiro, Mate, Ricardo Carriço, Luís Barroso e Pedro Cepeda.

Treinador: Fernando Parente.

Ao intervalo: 1-1

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.