Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022

Mais de 600 participantes foram à descoberta do Alvão

Nem o tempo frio e instável afastou os verdadeiros guerreiros do UTSA Ultra Trail Serra do Alvão, uma prova que começa a ser uma referência na região, onde sobressai a beleza da paisagem.

-PUB-

Depois de em 2020 não ter sido possível fazer o evento, este ano regressou em força, em que a organização dividiu as provas por dois dias, o que dizem ter sido uma “aposta ganha”.

“A organização deveria repetir a prova, mas em sentido contrário, começar em Vila Real e acabar em Lamas de Olo”
José Carvalho
Vencedor 15 Km

“Fazemos um balanço muito positivo e foi benéfico para todos ter havido dois dias para a realização do Ultra Trail, apesar da chuva intensa e do frio que se fez sentir”, revela à VTM Luís Carvalho, da organização.

No total, foram mais de 600 participantes nas três provas e na caminhada, um número que superou as expectativas. “A pandemia veio condicionar um pouco o Ultra Trail, mas mesmo assim foram muitos os que se juntaram à iniciativa e o feedback dos atletas foi muito bom”.

A vencedora da prova de 15 quilómetros, Paula Barbosa, veio de Penafiel e mostrou-se feliz por voltar a participar. “Tenho vindo sempre, só faltei à primeira edição. Foi um percurso espetacular e que fiz com grande facilidade, apesar de ter vindo de uma lesão”, referiu a bicampeã nacional de ultra endurance.

“Foi um percurso espetacular e que fiz com grande facilidade”
Paula Barbosa
Vencedora 15 Km

José Carvalho, de 45 anos, foi o vencedor masculino desta mesma prova, que lhe correu “muito bem”. “Este ano vim representar o CA Macedo de Cavaleiros, que tem uma boa equipa para ganhar provas. Ainda ontem (sábado), o Carlos ficou em segundo nos 32 km. Estamos no bom caminho, temos de continuar a treinar”, frisou, deixando um desafio à organização para repetir a prova, mas em sentido contrário, começar em Vila Real e acabar em Lamas de Olo. Agora, já está a preparar a participação na São Silvestre de Mirandela.
Nos 52 km, Lionel Cunha (EDV Viana Trail) venceu nos masculinos, enquanto Joana Gonçalves (ACS Mamede) venceu nos femininos.

Já nos 32 km venceu Bruno Silva (Furfor Running Project) e Susana Rodrigues (CA Fafe).
A organização vai reunir para preparar os próximos desafios, mas fica a promessa de regressar em força no próximo ano, com boas novidades.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.