Sexta-feira, 30 de Setembro de 2022

Moimenta da Beira investe um total de quase dois milhões de euros

O Presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, Paulo Figueiredo, visitou esta terça-feira, 6 de setembro, as obras de reabilitação do espaço da Feira Quinzenal.

-PUB-

Como transmite, em comunicado, a câmara municipal, este é “um enorme e valoroso investimento superior a 1,8 milhões de euros que dignificará toda aquela zona. A área útil da feira crescerá significativamente e nela serão construídos vários equipamentos de lazer, entre eles um anfiteatro, um parque de caravanismo, espaços verdes, mobiliário urbano, nova mobilidade”. O objetivo deste projeto é “transformar este espaço público utilizável todo o ano. Simultaneamente, a área reservada à atividade feirante quinzenal, moderniza-se e ganha qualidade”.

Outro dos investimentos visitado pelo autarca, este já concluído, foi o caminho entre a CREP (início do acesso à Zona Industrial) e Beira Valente, uma estrada que atravessa dezenas de hectares de pomares de maçã. Para a autarquia, esta obra “beneficia muitíssimo a atividade dos fruticultores e a economia do Município”. A esta empreitada junta-se uma outra: a repavimentação do troço da EM 514 em Aldeia de Nacomba

“A concretização destes investimentos e de outros que decorrem por todo o território concelhio, são um sinal claro de que o concelho de Moimenta da Beira está em constante mudança, procurando soluções que tragam uma maior qualidade de vida a todos os que residem, estudam, trabalham ou nos visitam, ao longo de todo o ano”, enfatiza o Presidente da Câmara.

O valor do investimento na reabilitação do espaço da Feira Quinzenal, em Moimenta da Beira é de 1.819.396,95 euros, enquanto que pavimentação do caminho entre a CREP (início do acesso à Zona Industrial) e Beira Valente tem o valor de 92.655,07 euros.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.