Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Nadadores do CNVR apurados para os Campeonatos Nacionais Absolutos

Entre 24 e 26 de Novembro, disputaram-se, na Piscina Municipal de Vila Real, os Campeonatos Regionais Absolutos de Piscina Curta, envolvendo 22 nadadores inscritos por cinco clubes: GCVR 7 (4 masculinos e 3 femininos), CNIN 2 femininos, CNVR 5 masculinos, CN Alijó 5 (3 masculinos e 2 femininos) e NCC 3 masculinos. O inédito desta […]

PUB

Entre 24 e 26 de Novembro, disputaram-se, na Piscina Municipal de Vila Real, os Campeonatos Regionais Absolutos de Piscina Curta, envolvendo 22 nadadores inscritos por cinco clubes: GCVR 7 (4 masculinos e 3 femininos), CNIN 2 femininos, CNVR 5 masculinos, CN Alijó 5 (3 masculinos e 2 femininos) e NCC 3 masculinos. O inédito desta prova foi, pela primeira vez, a presença de três clubes de Vila Real, ainda que CNVR e o novo Clube Natação Interior Norte (CNIN) são, na realidade, uma só entidade desportiva.

Nesta prova estranhou-se a ausência do SSCM de Bragança, clube inscrito na ARNN e com a pretensão de receber os Regionais de Inverno, a disputar em Março próximo. A nível individual, a registar a ausência de vulto do Nadador João Costa, que esteve há quinze dias muito bem na fase de qualificação para a 4ª divisão. Face ao seu valor desportivo, estranha-se que colectividade que representa e a própria a ARNN não fizessem um esforço para o terem presente entre nós.

Vimos de tudo nesta competição! Falhas da Arbitragem, a possibilitar a atribuição indevida de um título por não haver um Juiz de Chegadas, erros de cronometragem, a penalizar os nadadores em provas em 0,3 a 0,4 décimas mais nos resultados finais em algumas provas, até às medalhas que ficarem por atribuir (50%) porque não se realizaram 10 de 44 provas em disputa, simplesmente por não existirem nadadores em quantidade suficiente. Isto reflecte bem o atraso da Associação do Nordeste para as suas congéneres no País.

A competição, em termos qualitativos, resume-se aos mínimos alcançados pelos nadadores do CNVR para o Nacional de Felgueiras, que se disputa no início de Dezembro. Esta equipa conseguiu 5 mínimos individuais e um colectivo. Os nadadores apurados são Vítor Mano, na sua primeira presença em campeonatos absolutos, que nadará nos 50 Livres (25.07) e 50 Costas (29.30), Marc Moreira, que estará presente nos 100 Bruços (1:09.54), Francisco Fernandes, com presença nos 50 Mariposa (26.70) e 100 Mariposa (58.23). O último elemento apurado foi Mário Costa, este integrará somente a estafeta de 4×50 estilos (1:53,20). Estes nadadores, estudantes da UTAD, muito têm contribuído para elevar o nível competitivo da natação na região. São sem dúvida uma mais valia pelo bom desempenho desportivo, muito em especial por evidenciarem o estado desportivo se encontra a região em comparação com a natação nacional. Isto é, sem qualquer expressão. As entidades oficiais que tirem as suas conclusões.

Em termos desportivos, o CNVR e CNIN, em conjunto, obtiveram 19 dos 34 títulos em disputa, ficando os restantes na posse do GCVR (10 títulos) e CN Alijó (5). Em termos de distribuição de medalhas pelos lugares do pódio, tivemos: CNVR/CNIN, 28 medalhas (19 primeiros, sete segundos e 2 terceiros), Ginásio de Vila Real, 23 medalhas (10 primeiros, nove segundos e quatro terceiros), CN Alijó, 11 medalhas (cinco primeiros, dois segundos e dois terceiros) e NC Chaves, 6 medalhas (seis terceiros). A melhor prestação absoluta foi para Francisco Fernandes com 759 pontos, nos 100 Mariposa.

 

JC

 

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.