Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

O regresso de Manuel Pedro Fernandes

O conhecido piloto de Vila Real, Manuel Pedro Fernandes, está já a preparar o seu regresso às pistas. Os seus planos passam pela participação no Campeonato Nacional de Velocidade, ao volante do seu BMW 320 Diesel. Sobre este novo projecto, o piloto da Vilauto Competições começou por nos dizer: “Este novo Nacional de Velocidade chamou-me […]

O conhecido piloto de Vila Real, Manuel Pedro Fernandes, está já a preparar o seu regresso às pistas. Os seus planos passam pela participação no Campeonato Nacional de Velocidade, ao volante do seu BMW 320 Diesel.

Sobre este novo projecto, o piloto da Vilauto Competições começou por nos dizer: “Este novo Nacional de Velocidade chamou-me a atenção. Estou, neste momento, a estudar os regulamentos, de forma a poder adaptar o meu carro. Por outro lado, já comecei a contactar alguns potenciais patrocinadores”.

Nesta fase, o BMW que esteve guardado, durante duas épocas, já foi retirado do local onde se encontrava e já se encontra nas instalações da Vilauto, para ser revisto, como nos confirmou: “Vamos, dentro de dias, começar a rever o carro todo e estou confiante em que devo conseguir os apoios necessários para poder cumprir a época que tem as provas nos circuitos da Boavista e de Vila Real, onde estarei a correr, em casa. Espero que surjam, neste campeonato, mais carros a Diesel, pois poderia surgir algo muito interessante: muitos despiques engraçados, em pista. Vamos ter de esperar, para ver”.

Em termos decorativos, o BMW poderá sofrer alterações: “o carro está, neste momento, como estava, quando deixou de correr, há dois anos. Está pintado de azul e branco, mas, em relação às novas cores, ainda não sei como irá ser. Irá estar dependente dos apoios que vier a garantir “.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.