Domingo, 24 de Outubro de 2021
©Márcia Fernandes

Obras na Avenida Carvalho Araújo “prontas em agosto”

O trânsito nos dois sentidos do trânsito da avenida "voltará ainda durante este mês".

-PUB-

As obras na Avenida Carvalho Araújo, em Vila Real, “estarão prontas em agosto”, confirmou esta manhã à VTM o vereador da autarquia Adriano Sousa. “Se tudo correr bem, não houver inconvenientes, a obra estará concluída em finais de julho ou início de agosto”.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Num périplo feito pela obra, em que o arquiteto responsável pelo projeto explicou as opções tomadas para a requalificação da avenida mais emblemática da cidade transmontana, Adriano Sousa adiantou que ainda “este mês será terminado o troço ao pé do tribunal e o trânsito voltará a ter dois sentidos na Avenida”, acrescentando que as obras não estão paradas. “Foi uma pequena paragem devido ao mau tempo e a alguns constrangimentos, mas na segunda-feira regressam em força”, garantiu.

O vereador referiu que as obras vão preparar a avenida para o século XXI. “O objetivo é devolver a avenida às pessoas, mas os carros vão continuar a poder circular. No século XXI, o peão será o rei e não o carro, como era até agora”.

“O automóvel vai continuar a fazer parte das nossas vidas, da nossa mobilidade, mas não vai ter os privilégios que teve até hoje”, acrescenta o vereador responsável pelo pelouro das obras públicas.

O investimento na Avenida Carvalho Araújo ronda os 2 milhões de euros, comparticipados por fundos comunitários de 85%.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.