Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022

Presidente defende Urgência do Hospital da Régua, para três concelhos

Hospital da Régua   Uma unidade hospitalar com mais valências e de altíssima qualidade, para servir os concelhos de Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião e Mesão Frio, é a posição do Presidente da Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião, Francisco Ribeiro, em relação ao estudo tornado público e que aponta para o […]

-PUB-

Hospital da Régua

 

Uma unidade hospitalar com mais valências e de altíssima qualidade, para servir os concelhos de Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião e Mesão Frio, é a posição do Presidente da Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião, Francisco Ribeiro, em relação ao estudo tornado público e que aponta para o encerramento da Urgência do Hospital de Peso da Régua.

“É um hospital com pergaminhos, com passado, está num eixo importantíssimo que serve três concelhos. Urgência, sim, mas com qualidade” – disse, o autarca penaguiota. O edil reforça o seu descontentamento, ao observar que “nenhum autarca desta região e que esteja próximo do Hospital de Peso da Régua fica contente com o encerramento de uma estrutura deste género” e lembra a utilidade da estrutura, para o concelho.

“Há pouco tempo, gastou- -se muito dinheiro, na sua requalificação. Basta ver que o Hospital D. Luiz foi, sempre, o Hospital de apoio à população do nosso concelho. É evidente que grande parte das pessoas, à noite, ainda vão para lá. Pois é bom lembrar que Santa Marta não tem Urgência, no seu Centro de Saúde. Não fico muito contente, antes pelo contrário, com o suposto encerramento das Urgências do Hospital de Peso da Régua. Acho que deveria ser equacionada a manutenção de uma Urgência, para servir os três concelhos. Ir para Vila Real vai-nos deixar um pouco mais longe” – acrescentou.

 

Jmcardoso

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.