Sábado, 20 de Julho de 2024
No menu items!




“Queremos formar profissionais competentes”

A Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais/Mirandela (EPADRCM), localizada na Quinta de Carvalhais, é a única escola profissional pública do Alto Trás-os-Montes.

-PUB-

Com um forte compromisso em oferecer educação de qualidade e preparar os alunos para o mercado de trabalho, a EPADRCM oferece uma vasta gama de cursos que atendem às necessidades dos alunos e do mercado.

Marcelino Martins, diretor da EPADRCM, revelou que “temos dois cursos (CEF e CEF tipo 2) para alunos que ficaram retidos no 6º, 7º e 8º anos, que se chama ‘Desbastador de Equinos’. É um curso de dois anos para completar o 9º ano de escolaridade”.

Para quem não completou o 9º ano, a escola tem o CEF tipo 3 de ‘Cozinheiro’. A nível dos cursos profissionais, ministram o curso “Técnico de Mecatrônica de Automóvel”, “Técnico de Agropecuária”, “Técnico de Cozinha e Pastelaria”, “Técnico Vitivinícola”, “Técnico de Turismo Ambiental e Rural”. Este ano, a novidade é o curso “Técnico de Indústrias Alimentares”.

Para o próximo ano letivo, espera-se um “crescimento contínuo”, porque “registamos uma procura muito elevada de alunos que querem mesmo estas vertentes de cursos profissionais que a escola oferece”.

“Esta é uma instituição única dedicada à formação profissional de alta qualidade e ao desenvolvimento do setor agrícola da região”
Marcelino Martins, diretor EPADRCM

Acrescentou que a escola se destaca por ser “profissional” e vocacionada para a formação de mão de obra qualificada na região agrícola transmontana, onde se sente a falta de profissionais nesta área, pelo que “temos um papel fundamental para os formar e oferecer ao mercado”, destaca o diretor Marcelino Martins.

Os alunos “saem preparados para o mercado de trabalho e com uma “base sólida” para continuar os estudos no ensino superior. “Cerca de 80% dos nossos alunos seguem para o ensino superior, nomeadamente para a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e para o Instituto Politécnico de Bragança, mas também para outras estabelecimentos de ensino”.

A EPADRCM valoriza ainda a formação em contexto de trabalho. “Os alunos têm estágio nos três anos de curso e essa experiência prática é crucial para a integração no mercado de trabalho”, complementou o responsável pela escola.
Com 197 alunos, 36 professores e 41 funcionários, esta é uma “instituição única dedicada à formação profissional de alta qualidade e ao desenvolvimento do setor agrícola da região”.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS