Quarta-feira, 5 de Outubro de 2022

Rampa de Boticas

A Rampa de Boticas realizou-se pela primeira vez em 2016, integrando nesse ano o Campeonato de Portugal de Montanha e contando com a participação de cerca de 50 automóveis.

-PUB-

A qualidade da Rampa, elogiada pela totalidade dos pilotos, sobretudo ao nível de traçado e de segurança, catapultou-a para os mais altos patamares, ao ponto de, apenas realizadas quatro edições (2016, 2017, 2018 e 2019), ser escolhida pela FIA (Federação Internacional do Automóvel) para integrar o Campeonato Europeu de Montanha em 2020.

Em virtude da Covid-19 e das restrições impostas para travar a pandemia, todos os eventos desportivos programados para o ano de 2020 foram cancelados e a Rampa de Boticas viu adiada para 2021 a sua estreia como palco principal do Campeonato Europeu de Montanha, que viria a acolher entre os dias 7 e 9 de Maio. Pese embora todas as restrições e o rigoroso Plano de Contingência que a organização teve que implementar, a prova do Campeonato Europeu de Montanha viria a saldar-se como um grande sucesso, contando com a presença de perto de uma centena de pilotos, provenientes de vários países europeus. A vitória pertenceu ao italiano Simone Faggioli (em Norma M20 FC), que estabeleceu um novo record do traçado ao conseguir percorrer os mais de cinco quilómetros em apenas 1m57.455s, depois de uma disputa intensa com os seus compatriotas Christian Merli (Osella FA30) e Diego Degasperi (Osella FA30).

O balanço da prova de Boticas pontuável para o Europeu da especialidade foi muito positivo, com os pilotos e responsáveis da Federação Internacional do Automóvel (FIA) a ficarem surpreendidos com a organização, caraterísticas do traçado e, sobretudo, com a segurança do evento. O feedback dos participantes foi de tal forma positivo ao ponto de serem vários os pilotos internacionais a considerarem o traçado de Boticas como um dos três melhores da Europa, o que deixa antever boas perspetivas de, muito em breve, o circuito de Boticas poder voltar a receber uma prova automobilística de envergadura internacional.

O TRAÇADO

A Rampa de Boticas tem um traçado com cinco quilómetros de extensão, um desnível de 800 metros, do ponto mais baixo para o ponto mais alto, e uma inclinação média de 10%.
O traçado encontra-se vedado em todo o seu percurso, com rails simples, duplos e triplos, de acordo com a perigosidade de cada local e o ângulo de cada curva. Na parte inicial do percurso, em particular na zona empresarial do Padrão, a segurança é garantida através da colocação de jerseys de cimento e de plástico.

O traçado apresenta características únicas que reúnem os principais atrativos que os pilotos procuram neste género de competição, com zonas muito técnicas (de curva e contra curva), pendentes com percentagem de inclinação na ordem dos 35%, mas também muitas zonas rápidas e de aceleração, que permite aos pilotos tirarem o máximo rendimento e potência das suas máquinas.

Conta também com uma zona de desaceleração extensa, que permite a total segurança de pilotos e público, bem como um Parque de reagrupamento com uma área superior a um hectare.

O “Paddock”, Parque de Assistência e Parque de Verificações Técnicas fica localizado no recinto da Feira, junto aos armazéns municipais, permitindo uma área ampla para instalação das equipas e material de apoio. O Parque de pré-partida fica localizado na variante de Boticas, numa localização que permite a rápida deslocação entre o Paddock e a zona de partida.

Contagem decrescente para a prova

A encosta do Miradouro de Seirrãos será palco, nos dias 24 e 25 de setembro, de mais uma edição da Rampa de Boticas, prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Montanha JC Group.

Espera-se que a última e derradeira etapa da competição, com os pilotos nacionais a lutarem pelos melhores resultados da temporada e pelos lugares do pódio, seja, mais uma vez, uma excelente oportunidade para divulgar o concelho de Boticas e as suas particularidades únicas para a realização de provas automobilísticas de velocidade.

De referir que a Rampa de Boticas é organizada pelo Demoporto – Clube de Desportos Motorizados do Porto, com o apoio do Município de Boticas e, a par do Campeonato de Portugal de Montanha (CPM), será também pontuável para Campeonato Portugal de Clássicos Montanha (CPCM), Campeonato Portugal Legends Montanha (CPLM), Taça Portugal de Montanha 1300 (TPM 1300), Taça Portugal de Montanha Clássicos 1300 (TPCM 1300), Taça de Portugal Kartcross de Montanha, Taça de Portugal Monolugares de Montanha e Rampa da Boticas /Regional.

A prova deverá contar com a participação de cerca de 50 pilotos, distribuídos pelas diferentes categorias.


Mensagem do presidente da Câmara Municipal de Boticas, Fernando Queiroga

“A Rampa de Boticas é muito mais do que um evento de caráter desportivo. Antes de tudo, permite dar a conhecer as potencialidades do nosso concelho e da região do Alto Tâmega do ponto de vista turístico, e também como local de eleição para a prática de desportos motorizados, fruto da sua orografia e das características próprias desta região de montanha. Temos apostado no reforço e melhoria das condições para acolher este género de competições, o que faz de Boticas uma prova com garantias de segurança tanto para os pilotos como para o público, garantindo condições de grande espetacularidade para os amantes das competições automóveis. O crescimento que a Rampa de Boticas tem registado, bem como a sua projeção internacional, conseguida sobretudo com a realização da prova pontuável para o Campeonato da Europa de Montanha, tem sido responsável por atrair cada vez mais público a Boticas, o que contribui também para o incremento da economia local, em particular da hotelaria e da restauração. Boticas é um concelho conhecido pela sua hospitalidade. O nosso povo sabe e gosta de bem receber. São todos bem vindos a Boticas. Faço votos para que a edição de 2022 seja uma prova memorável e motivo de ainda mais visitas ao concelho de Boticas e ao Alto Tâmega, aproveitando o que de melhor há e se faz nesta região”.


HORÁRIOS

24 DE SETEMBRO (SÁBADO)
07H00 > 11H30 – VERIFICAÇÕES ADMINISTRATIVAS E TÉCNICAS
12H00 > PUBLICAÇÃO DA LISTA DOS CONCORRENTES ADMITIDOS À PARTIDA
13H00 > FECHO DA PISTA E ENTRADA EM PARQUE DE PRÉ-PARTIDA
13H30 > 15H00 – SUBIDAS DE TREINOS
15H00 > 17H30 – SUBIDAS OFICIAIS

25 DE SETEMBRO (DOMINGO)
09H30 > FECHO DA PISTA E ENTRADA EM PARQUE DE PRÉ-PARTIDA
10H00 > WARM UP (TREINOS LIVRES)
11H00 > SUBIDAS DE TREINOS
12H00 > 14H00 – SUBIDAS OFICIAIS
15H00 > CERIMÓNIA DE PODIUM NO JARDIM
DO RIBEIRO DO FONTÃO

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.