Sábado, 25 de Maio de 2024
No menu items!

Vencedores do Concurso de Ideias em destaque no PTAT

O Posto de Turismo do Alto Tâmega e Barroso (PTAT) acolhe exposição dedicada aos vencedores da 4ª Edição do Concurso de Ideias “Empreender no Alto Tâmega e Barroso”.

-PUB-

Este concurso é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e Barroso (CIMAT), que se realiza desde 2018, e tem como finalidade promover ativamente a conceção e implementação de iniciativas empreendedoras na região que contribuam para o desenvolvimento da mesma.

No seguimento da continuidade do apoio e visibilidade proporcionada aos empreendedores desta iniciativa, entre os dias 24 e 30 de julho, os vencedores da 4ª edição do Concurso de Ideias (1º,2º, 3º lugar e menção honrosa) terão a oportunidade de expor e promover os seus negócios junto dos visitantes/turistas que passarem pelo PTAT.

Durante os sete dias de promoção estarão expostos os diversos produtos resultantes dos projetos vencedores deste Concurso, bem como demais materiais informativos e promocionais dos mesmos, com destaque para o dia 29 de julho (sábado) dedicado à demonstração e degustação de produtos e que contará com presença dos respetivos empreendedores.

O primeiro lugar da 4ª edição do concurso foi para “Strong Spirit Jewellery” – Sónia Rodriguez (Vila Pouca de Aguiar, produz joias com crina de cavalo). Em segundo ficou Torrão da Terra/Vidago Valley – Anísio Saraiva (Chaves, produz hortícolas, flores comestíveis e plantas aromáticas em modo biológico certificado) e em terceiro Novos Sabores – Cidália Afonso (Vila Pouca de Aguiar, produz produtos tais como: mel aromatizado, compotas, cogumelo desidratado, patê de cogumelo, entre outros).

Para além dos três vencedores, o júri decidiu atribuir uma menção honrosa ao projeto “Natur Supreme”, de Lília Lopes, de Vila Pouca de Aguiar, que produz granola feita de forma artesanal.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS