Domingo, 26 de Setembro de 2021
©Márcia Fernandes

Vitória importante na fuga à despromoção

Num jogo importante para as duas equipas, mas com ambições bem distintas, o Vila Real a precisar de vencer para fugir da zona de despromoção e o Trofense queria conquistar os três pontos para subir ao topo da classificação.

-PUB-

Numa série muito competitiva, o Vila Real entrou determinado, tentando surpreender uma das boas equipas deste campeonato, que sentiu muitas dificuldades para explanar o seu futebol. O ascendente inicial dos locais vai dar frutos logo ao sexto minuto, com Óscar a ganhar um livre descaído na direita que o mesmo cobra e a bola faz um arco perfeito, passa toda a área e entra no ângulo. Um grande golo do lateral, sem hipóteses para o guarda-redes Carlos. A resposta do Trofense saiu da cabeça de Alan Júnior, mas o desvio saiu a rasar a quina do poste. Aos 21’, Nené não se deixa surpreender pelo remate de Bruno Almeida. O jogo estava equilibrado, com as duas equipas a tentar chegar ao golo, mas agora os forasteiros imprimiam mais velocidade no seu jogo, no entanto, os vila-realenses controlavam as operações. Aos 43’, Nené desvia um cruzamento, cai desamparado e fica lesionado. Ainda conseguiu ficar na baliza até ao intervalo, mas já não regressou dos balneários, entrando para o seu lugar Rui Capela. 

Insatisfeito com a produção da sua equipa, o técnico Rui Duarte fez logo duas alterações para abrir a frente de ataque. Mas quem criou mais uma boa situação foi André Azevedo, mas adiantou a bola em demasia e o guarda-redes recolheu. Na resposta, o Trofense faz o empate numa jogada de entendimento pela esquerda, com Alan Júnior a corresponder da melhor forma ao cruzamento e a bater Capela. Aos 73’, quando se pensava que o golo abalaria os donos da casa, eis que Ivo Lucas abre o corredor a Bruno, que foge pela esquerda e, num remate cruzado, bate Carlos, colocando o Bila novamente na frente do marcador. Dois minutos volvidos, uma cópia quase fiel do segundo golo, mas desta vez foi Ivo Lucas a finalizar com êxito para grande alegria da equipa, que festejou efusivamente. Até ao final, o Trofense tudo fez para encurtar a distância, mas os alvinegros souberam tapar bem os caminhos da sua baliza. 

Com a vitória, o Vila Real deixou a zona de descida, mas a luta será renhida até ao fim do campeonato. E começa já no próximo domingo, no reduto do Paredes, um adversário direto na luta pela manutenção. Já o Trofense recebe em casa o Amarante.


COMENTÁRIOS

Nuno Barbosa, Treinador do Vila Real

“Fizemos um jogo competente, perante a equipa que, até agora, apresentou mais argumentos. A partir do empate, não abanamos e tivemos dois momentos em que fizemos dois golos, fomos pragmáticos e continuamos a depender de nós. Este jogo é passado e temos de nos focar no próximo adversário, o Paredes”.

Rui Duarte, treinador do Trofense

“Foi um jogo em que tivemos de correr sempre atrás do prejuízo. O golo madrugador do Vila Real enervou-nos. No entanto, chegámos ao empate com mérito e já merecíamos. Quando procurávamos o segundo, a equipa ficou desequilibrada e o Vila Real aproveitou. Foi um resultado justo, mas ainda não acabou e estamos na luta. Este foi um soco no estômago, mas acredito que vamos recuperar”.  


DESTAQUE

Bruno

INCANSÁVEL

O médio nigeriano, de 21 anos, marcou o segundo golo dos alvinegros, que catapultou a equipa para a vitória, pouco depois do Trofense ter chegado ao empate. Esteve sempre muito atento a nível defensivo, mas nunca descurou o ataque e teve como prémio um golo que ajudou a equipa a sair da zona de descida.


FICHA DE JOGO

Jogo disputado no Campo do Calvário

Árbitro: Sérgio Guelho (AF Guarda)

Auxiliares: Élio Nascimento e Pedro Nunes

 VILA REAL: Nené (Rui Capela, 45’); Óscar, Pedro Eira, Gustavo, Carlos Mendes, Bruno, Sergey Syzyi, André Azevedo (André Sampaio, 90’), Zé Pedro, Ivo Lucas (Gonçalo Paixão, 90’), Ivanildo (Diogo Paixão, 83’)

Treinador: Nuno Barbosa

TROFENSE: Carlos; Benedito, João Faria, Mika, Tito (Matheus, 83’), Alan Júnior, Yair (Yohan, 45’), Vasco Rocha (Zacarias, 76’), Bruno Almeida (Simão, 83’), Luís Santos (45’), Keffel

Treinador: Rui Duarte

Ao intervalo: 1 – 0

Cartões amarelos: Ivo Lucas (27’), Carlos Mendes (38’), André Azevedo (90’), Diogo Paixão (92’), Gonçalo Paixão (93’)

Marcadores: Óscar (6’), Alan Júnior (59’), Bruno (73’), Ivo Lucas (75’)

[/block]

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.