Quarta-feira, 24 de Abril de 2024
No menu items!

510 alunos do Agrupamento Diogo Cão assistiram a peças de teatro

A companhia profissional de teatro “Educa” voltou ao Agrupamento de Escolas Diogo Cão para, à semelhança de anos anteriores apresentaram duas peças teatrais aos alunos das turmas do 5º e 6º ano.

-PUB-

Os alunos da Diogo Cão assistiram às peças: “O Príncipe Nabo” e “Ulisses- Regresso a Ítaca”, numa atividade que “pretende sensibilizar e motivar para a Educação Literária e contribuir para o desenvolvimento do equilíbrio emocional, do pensamento crítico dos alunos”, explica a escola.

Os alunos do 5º ano assistiram à encenação da obra “O Príncipe Nabo” de Ilse Losa, “cujo intuito se prende com a importância dos valores essenciais à nossa vida”.

“Os atores criaram uma atmosfera mágica e envolvente com as suas expressões faciais, gestos e entoação vocal, transportando a plateia para o universo fantástico da história, contribuindo fortemente para a construção humorística, que tão bem se refletiu nesta peça”, salientou o agrupamento.

O 6.º ano de escolaridade assistiu à encenação da obra “Ulisses” da ilustre Maria Alberta Menéres, “uma referência literária dos nossos tempos” que deu a conhecer aos alunos a história do regresso de Ulisses a casa, após dez anos de guerra com os troianos.

Os alunos participaram “com empenho e interesse nesta atividade de enriquecimento pedagógico e cultural”, tendo-lhes sido proporcionado momentos de “interação constante” com os atores da companhia.

O agrupamento e a companhia de teatro fazem um balanço “indubitavelmente positivo”, agradecendo a todos os professores “a dedicação e o empenho” pelo acompanhamento dos quinhentos e dez alunos, durante estas atividades.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.