Sábado, 20 de Julho de 2024
No menu items!




Festival Infantil da Canção reuniu mais de 700 crianças

A comunidade escolar mostrou o seu talento em palco, num evento que contou com mais de 20 atuações

-PUB-

Já assumido como uma tradição, o programa cultural flaviense contou com a realização da 21.ª edição do Festival Infantil da Canção, uma noite mágica marcada por um “mar de gente” que encheu o Largo General Silveira, para ver subir a palco as mais de 700 crianças, um evento que contou com apresentação de Ana Bravo, Santiago Lagoá, Ana Salgueiro e Sérgio Mota.

Esta iniciativa, onde os mais pequenos são os grandes protagonistas, contou com atuações proporcionadas pelos estabelecimentos de ensino público e privado do concelho.

Perante uma “moldura humana” tão significativa, o Presidente da Câmara Municipal, Nuno Vaz, aproveitou a ocasião para felicitar e agradecer a toda a comunidade educativa, pais e restantes envolvidos na dinamização desta noite mágica, que “permite preservar a identidade, a cultura e a forma de ser dos flavienses”. Elogiou ainda o evento que “celebra a música, a educação, a família e, sobretudo, Chaves”.

À semelhança das outras edições, o evento, que se realizou no passado sábado (16), continua a conquistar, ano após ano, um maior número de espectadores, num espetáculo musical onde não faltou a dança, muita cor, brilho, entusiasmo, boa disposição e a interação com o público.

Com temas conhecidos, os pequenos artistas flavienses evidenciaram não só os seus talentos musicais, mas também as suas apetências para a dança, com atuações que encantaram e encheram de orgulho educadores e famílias.

O evento foi organizado pela Junta de Freguesia de Santa Maria Maior e pelo Município de Chaves contou ainda com a atuação da Academia Dance Cultus Kids, da Escola de Dança Christine Veen, do Patronato São José de Vilar de Nantes, e do Coro Infanto-Juvenil do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins com Maria Ramos.

A noite, cheia de emoções, terminou com um espetáculo pirotécnico a colorir o céu de brilho, fazendo as delícias de miúdos e graúdos.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS