Terça-feira, 27 de Julho de 2021
©Arquivo VTM

5,8 Milhões de euros para reabilitar Linha do Douro entre Pinhão e Tua

Reabilitação no troço entre o Pinhão (Alijó) e Tua (Carrazeda de Ansiães)

-PUB-

A Infraestruturas de Portugal (IP) está a investir 5,8 milhões de euros na reabilitação da Linha Ferroviária do Douro, no troço entre o Pinhão (Alijó) e Tua (Carrazeda de Ansiães), anunciou hoje a empresa.

A empreitada de beneficiação da superestrutura de via iniciou-se no dia 15 de março, decorre entre os quilómetros 127,059 e 139,500, no troço Pinhão – Tua e tem um prazo de execução de 300 dias.

Segundo disse hoje a IP em comunicado, a obra foi adjudicada por cerca de 3,6 milhões de euros, somando-se a esta verba mais 2,2 milhões de euros relativos aos materiais a aplicar, num investimento global na ordem dos 5,8 milhões de euros.

A intervenção, que decorre nos concelhos de Alijó, distrito de Vila Real, e Carrazeda de Ansiães, distrito de Bragança, tem por objetivo a requalificação da infraestrutura de via neste troço e insere-se no Plano de Reabilitação da Linha do Douro que a IP tem em curso.

A IP explicou que estão contemplados trabalhos de substituição integral das travessas de madeira por travessas de betão bibloco e também a substituição de carril e transformação de barra curta em barra longa soldada.

Com esta intervenção, a empresa visa a “melhoria dos níveis de segurança, qualidade, fiabilidade e disponibilidade da infraestrutura”, ainda a “melhoria dos níveis de conforto e comodidade para os passageiros” e a redução dos custos de manutenção”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.