Quarta-feira, 8 de Dezembro de 2021
©CMM

600 participantes no Ibérico Bike Race Barroso  

No fim semana, Montalegre recebeu cerca seis centenas de praticantes de BTT, que encheram a vila transmontana de cor e alegria.

-PUB-

Tendo o imponente Castelo de Montalegre como ponto de chegada e partida, os atletas no primeiro dia visitaram a lindíssima aldeia de Pitões das Júnias, com o seu enquadramento no Parque Nacional Peneda Geres onde aguardava um fantástico reforço alimentar oferecido e servido pela Junta de Freguesia local, com iguarias da aldeia e da região, foram trilhos e caminhos rurais com uma extensão de cerca de 82 km de puro BTT, com paisagens e trilhos fantásticos.

No segundo dia com um percurso mais acessível, com cerca de 55km os atletas visitaram a lindíssima aldeia de Vilarinho de Negrões, local onde se situava o reforço alimentar fornecido pela Junta de Freguesia de Negrões, os atletas percorreram grande parte das suas margens da lidíssima Barragem do Rabagão / Pisões, sempre com a água por perto.

Perante a satisfação e o testemunho extremamente positivo dos participantes sobre esta primeira edição do IBR / Barroso e perante a satisfação da parte da junta de Freguesia de Pitões das Júnias e de Negrões, bem como da autarquia de Montalegre, ficou agendada uma 2º Edição para 2022, com a promessa por parte da organização de tornar este evento uma referência regional e nacional na vertente do ciclismo de montanha.

A organização, não pode deixar de enaltecer o contributo do comércio local, bem como as suas associações, nomeadamente o BTT de Montalegre, pelo seu excelente contributo.

Um agradecimento especial à GNR de Montalegre, Bombeiros Voluntários de Montalegre, aos Sapadores de Pitões das Júnias, e a todos os voluntários. O nosso muito obrigado.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.