Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

A alma no bico da caneta

“Andamos desanimados” – dizemos um pouco por aí. O que precisamos é de ânimo, de animação, que o mesmo será dizer de motivação, de movimento, de bulício, de gestos, de palavras, de vida que só a alma garante.

-PUB-

Alma é palavra que deriva de “anima” – nos “desanimados” (sem “anima”) ou na “animação” (muita “anima”)

Um amigo daqueles que gostam de sentir o cheiro do papel e de contactar o pó das bibliotecas ofereceu-me uma vistosa caneta de tinta permanente. Para além da corpórea estrutura física ovalada (a tampa, o corpo, a pena) recebi, também, um invólucro de tinta azul, já não tinteiro de vidro aberto em cima ou fechado por uma rolha de rosca como eram dantes, mas um pequeno cilindro plástico que se acopla à base do bico da caneta por pressão, ficando dentro do tubo.

Ao escrever a tinta permanente passam excelsos prazeres dos nossos dedos até aos nossos neurónios (alimentadores da

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas | opinião

O povo é quem mais ordena

Ferrovia Boas Notícias

Beneficiou da Moratória?

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.