Sábado, 3 de Dezembro de 2022
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Aberto concurso para criação de imagem do Centro de Artes

A Fundação do Museu do Douro anunciou a abertura de um concurso que pretende envolver a comunidade na criação da perceção corporativa do Centro de Artes do Sabor Fazer.

PUB

O concurso de ideias irá depois selecionar as melhores propostas para a produção da imagem do CRIVO e da “sua identidade”.

Com o envolvimento da comunidade pretende-se “dar voz e possibilidade a que jovens designers possam apresentar a sua ideia”, revela Luís Carvalho, coordenador financeiro da Fundação Museu do Douro.

“Face ao que é a metodologia e a essência do CRIVO, sendo um projeto inspirado na criação e na produção criativa, entendemos que seria importante dar voz à comunidade. A imagem corporativa será a entidade do projeto. Em vez de fazer uma encomenda a um designer consagrado, entendemos que seria mais interessante dar esse desafio aos jovens”, acrescenta.

Com o concurso aberto a toda a população, não se pretende a avaliação de competências técnicas. A iniciativa privilegia a liberdade de expressão e a participação de jovens criativos da região, com um público-alvo com histórico de competências no processo de criação. “Entendemos como potenciais interessados no concurso pessoas na área do design gráfico e da multimédia. São as pessoas mais indicadas para responder a este concurso”, sublinha o coordenador.

A fase de candidaturas decorre até início do próximo mês, onde o júri irá avaliar a componente “criativa e contemporânea”, de forma a dar resposta “aos objetivos do CRIVO de apostar nas indústrias criativas da arte do saber fazer”.

“Não colocamos qualquer tipo de restrição em relação àquilo que será a criatividade de quem participa. Apostamos no que poderão ser os inputs das propostas apresentadas. Se conseguirmos ter uma diversidade de propostas também estaremos em melhores condições de avançar com uma”, sublinha Luís Carvalho.

Num concurso focado apenas no que virá a ser a identidade do projeto, outras portas se poderão abrir com a seleção de uma proposta vencedora. “A nossa expectativa para a participação é grande, apesar do trabalho ser limitado no tempo. Depois de surgir a imagem corporativa, poderá haver a possibilidade de avançarmos com outros trabalhos com os jovens escolhidos. Essa imagem irá dar corpo a novos projetos e a novas áreas da comunicação e do design gráfico”, conclui o coordenador.

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.