Terça-feira, 15 de Junho de 2021
©DR

Alunos “na pele” dos jornalistas

Simular as rotinas de uma redação foi o grande desafio do workshop “Na Pele de Jornalistas e Editores”, que envolveu perto de meia centena de estudantes do 9º e do 12º ano da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, em Vila Real.

-PUB-

“Esta atividade exigiu aos alunos a convocação de múltiplas competências e proporcionou-lhes a aprendizagem de métodos e estratégias para ver criticamente a realidade circundante”, sublinhou a coordenadora da Biblioteca Escolar, Adelaide Jordão.

No âmbito da iniciativa “7 Dias com os Media”, orientado por Patrícia Posse, este workshop permitiu recriar o dia-a-dia de uma redação, atribuindo diferentes cargos (jornalistas, fotojornalistas, paginadores, multimédia) aos alunos. “Esta experiência permitiu-lhes, essencialmente, compreender alguns dos constrangimentos que influenciam a forma como as notícias são produzidas e chegam aos cidadãos”, considerou a formadora.

A 6 de maio, a biblioteca da Camilo Castelo Branco tornou-se numa redação improvisada. “Num primeiro momento, houve uma reunião para discutir os temas a trabalhar. Depois, saíram à procura da informação. Uns ficaram pelo perímetro da escola, outros preferiram ir para a rua entrevistar e fotografar. No regresso, produziram os conteúdos (entrevistas, notícias, fotolegendas, infografias) e construíram uma capa”, relatou.

Para Adelaide Jordão, o envolvimento “ativo e entusiasmado” dos alunos na simulação dos cargos escolhidos demonstra que “a aprendizagem da vida e para a vida se funda em estratégias de aprendizagem ativas”.

Rosa Mendes, professora de Português da turma do 9º ano, garantiu que “os alunos apreciaram muito o workshop, porque sentiram que foram desafiados e mesmo divididos por equipas, funcionaram como um todo”.

“Sabíamos que o jornalismo era uma profissão algo exigente, mas só experienciando estes momentos de azáfama é que compreendemos verdadeiramente a sua complexidade e dificuldade”, reconheceram Adriana, Alexandra, Bruno, Camila, João e Margarida, do 12º A.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.