Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021
©Arquivo/VTM

Autarquia cria fundo para apoiar famílias vulneráveis

A Câmara de Bragança anunciou a criação de um fundo de emergência no valor de 100 mil euros, que vai reembolsar até 300 euros de compras de bens essenciais a famílias em dificuldades, que terão de apresentar um comprovativo da despesa.

-PUB-

Segundo o regulamento aprovado pela autarquia, os valores do apoio variam em função dos rendimentos e composição do agregado familiar. Começa nos 60 euros para uma pessoa e pode chegar aos 300 euros para famílias com cinco ou mais pessoas.

Em comunicado, a câmara revela que este apoio social “traduz-se numa ajuda pontual e extraordinária”, com o objetivo de possibilitar às famílias o “acesso a bens essenciais através do reembolso, contra a apresentação das faturas comprovativas, das despesas de aquisição de bens em estabelecimentos comerciais do concelho de Bragança”.

O Fundo foi criado por despacho do presidente da Câmara, Hernâni Dias, que justifica a iniciativa como “uma resposta rápida e transitória às dificuldades de acesso a bens essenciais”.

As candidaturas estão abertas até ao dia 19 de março, através do preenchimento de formulário próprio diretamente no site institucional do município, ou remetido por via eletrónica para dsc@cm-braganca.pt e sergio.ferreira@cm-braganca.pt ou entregue em suporte físico no Balcão Único de Atendimento, acompanhado dos documentos solicitados.
Recorde-se que esta autarquia já tinha criado um fundo de emergência municipal para as empresas, com um montante global de meio milhão de euros.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.