Sábado, 4 de Fevereiro de 2023
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Autarquia vai realojar jovens cuja casa ardeu esta madrugada

Dois jovens, de 16 e 20 anos, saíram ilesos da casa onde, esta madrugada, três pessoas perderam a vida. Autarquia vai realojá-los

-PUB-

Um incêndio em Sabrosa, esta madrugada, provocou três vítimas mortais, um casal, de 74 e 80 anos, e a filha, de 56. Os filhos desta última, de 16 e 20 anos, conseguiram sair ilesos da casa.

Segundo a autarquia, terão saído da habitação por uma janela e conseguiram, depois, dar o alerta para o incêndio.

“Acionámos logo os serviços de ação social, para ser dado apoio psicológico a estes jovens e a outros familiares, que entretanto chegaram ao local”, referiu António Araújo, vereador com o pelouro da Proteção Civil.

De acordo com o mesmo responsável, “estamos a preparar o realojamento para estes jovens e a fazer o acompanhamento de todos os familiares diretos”, adiantando que “a família está destroçada”.

De recordar que o alerta para o incêndio foi dado por volta das 05h00 desta sexta-feira e as causas estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real. Para já, suspeita-se que “a origem do incêndio se deverá a um sistema de aquecimento, não se sabe bem qual”, indica António Araújo.

O vereador aproveita para deixar um apelo à população, numa altura em o frio se faz sentir e, com ele, há a necessidade de aquecer as casas.

“Fazemos um apelo às pessoas para terem um cuidado extremo. O frio chegou em força, as pessoas precisam de se aquecer, mas é preciso ter um cuidado extremo. Fazemos um apelo às pessoas para que esse cuidado seja constante”, afirma.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.