Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021

Câmara de Bragança instala centro de vacinação

O município de Bragança vai instalar um centro de vacinação contra a Covid-19 com entrada em funcionamento prevista para o final de março.

-PUB-

O equipamento será financiado pela autarquia e instalado no Pavilhão Municipal Arnaldo Pereira, segundo a informação divulgada em comunicado, com a ressalva de que a entrada em funcionamento está depende da confirmação da entrega do número de vacinas adiantado pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte.

O município explica que “a instalação desta infraestrutura permitirá a realização de vacinação em massa a toda a população do concelho de Bragança, conforme as prioridades definidas pelas entidades competentes, garantindo, desta forma, melhores condições de acessibilidade, segurança e conforto aos utentes”.

A autarquia esclarece ainda que “suportará todos os custos relacionados com a logística inerente ao bom funcionamento do Centro de Vacinação para a Covid-19, nomeadamente no que diz respeito a equipamentos”.

O comunicado refere ainda que a instalação deste centro de vacinação por parte do município de Bragança será efetuada em articulação com a Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste.

Desde que o processo de vacinação entrou na fase do grupo com mais de 80 anos ou 50 anos com doenças associadas que a Câmara de Bragança, em articulação com as juntas e uniões das freguesias e a ULS do Nordeste, está a assegurar o transporte dos utentes do meio rural elegíveis para esta fase de vacinação.

Estes utentes têm de se deslocar aos centros de saúde, no caso do concelho, na cidade de Bragança.

O concelho de Bragança tinha apenas três casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, no último boletim oficial emitido na quarta-feira.

Nos últimos dias, o número de novos casos tem vindo a descer em todo o distrito com um total de 73 casos ativos nos doze concelhos da região.

Desde o início da pandemia, o distrito acumulou 10.415 casos de infeção.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.