Terça-feira, 18 de Janeiro de 2022
© DR

Creches gratuitas serão realidade em 2022

Foi assinado, a 28 de dezembro, um acordo no âmbito do programa “Apoiar a Primeira Infância – Creches Gratuitas” entre o município de Sabrosa, a Santa Casa da Misericórdia local, a Associação Miguel Torga e o Patronato Nossa Senhora da Conceição.

-PUB-

O documento estabelece que a autarquia irá pagar uma compensação financeira às instituições pela aplicação do princípio da gratuitidade da creche a todas as crianças até aos 3 anos, com residência permanente numa das freguesias do concelho de Sabrosa, independentemente dos escalões de rendimentos da comparticipação familiar.

A atribuição do direito à compensação financeira efetiva-se, automaticamente, a partir de janeiro de 2022 desde que a crianças e encontre matriculada e a frequentar a creche numa das IPSS´s do concelho.

O programa “Apoiar a Primeira Infância – Creches Gratuitas” é promovido, e financiado, pela Câmara Municipal de Sabrosa e implementado em parceria com as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) que detêm acordos de cooperação para funcionamento da resposta social creche.

Em comunicado, a autarquia revela que “este é um investimento na valorização da primeira infância enquanto pilar decisivo para a concretização do princípio do desenvolvimento humano”, reconhecendo que “a creche se reveste de especial importância socioeducativa, proporcionando à criança um espaço de socialização e de desenvolvimento integral, assumindo, ainda, um papel determinante para a efetiva conciliação entre a vida familiar e profissional das famílias”.

O programa em causa “vem complementar e reforçar a medida de incentivo à natalidade em vigor desde 31 de outubro de 2019 (com efeitos retroativos a 1 de janeiro de 2018), com o qual se pretende reforçar o incentivo à natalidade e apoiar a infância, com o objetivo de diminuir os fatores associados à reduzida taxa de natalidade e aos custos associados à parentalidade, ao mesmo tempo que é promovido o aumento do número de crianças a frequentar a creche”, lê-se na mesma nota.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.