Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
©DR

Dezenas de brinquedos para as crianças internadas no Hospital de Bragança

Peluches, bonecas, carrinhos, puzzles, livros para colorir, histórias de encantar e muitos outros brinquedos doados aos Serviços de Pediatria do Hospital de Bragança

-PUB-

A Associação Comercial decidiu apoiar os Serviços de Pediatria do Hospital de Bragança, porque considera que levar alegria a uma criança doente “é a maior das bênçãos”.

Depois de contactar algumas instituições de solidariedade social, que acolhem crianças, que informaram a ACISB que nesta época, “felizmente, recebem muitos brinquedos, fruto da solidariedade dos empresários da cidade”.

A presidente da direção, Maria João Rodrigues, sublinhou a vontade que a ACISB permanentemente sente em se envolver em causas que sejam “de todos”, da sociedade em geral. “É a nossa responsabilidade social”, sublinha.

A responsável considera “exemplar” a forma como as pessoas individualmente reagem e participam nas campanhas de solidariedade, que a ACISB vai lançando e desta vez, novamente, as expectativas foram superadas. “O que mais nos entusiasma é o gosto e a quase gratidão que as pessoas manifestam por participar”, revela.

É um gesto solidário que vai, seguramente, aliviar a dor das crianças internadas. Com tantos brinquedos, com tantas coisas boas, é uma distração da sua própria doença”, referiu Carlos Vaz, presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar do Nordeste, durante a entrega dos brinquedos recolhidos pela Associação Comercial, Industrial e Serviços de Bragança (ACISB), para os Serviços de Pediatria do Hospital de Bragança.

A campanha foi lançada nos primeiros dias de dezembro e, face à enorme adesão da comunidade, encerrou no dia 17, cinco dias antes do previsto.

Todos os brinquedos foram devidamente higienizados, com o apoio da Lavandaria Expresso, associada da ACISB.

A ACISB agradeceu à equipa dos Serviços de Pediatria do Hospital de Bragança “pelo seu profissionalismo, pela sua entrega, dedicação e amor, nos cuidados e que prestam às nossas crianças”.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.