Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024
No menu items!

Dia do Douro assinala-se sábado em Peso da Régua

O Dia do Douro assinala-se no sábado, no Peso da Régua, e convida a comunidade a festejar a Via Navegável do Douro (VND), onde se ultrapassou um milhão de passageiros até setembro.

-PUB-

Desde 2018 que a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), gestora da via, celebra o Dia do Douro no fim de semana a seguir ao dia 19 de outubro, data que assinala a primeira navegação neste rio.

Em 19 de Outubro de 1990 foi inaugurada a via navegável em toda a sua extensão, por uma embarcação turística que chegou a Barca d’Alva.

“Trata-se de uma oportunidade para a APDL festejar a VND, junto da Comunidade com um extenso programa de atividades para toda a família e faixas etárias”, disse fonte da APDL à agência Lusa.

A edição deste ano realiza-se no cais da Régua e o programa prevê a realização de batismos de navegação (em míni cruzeiros), visitas guiadas ao Museu do Douro, jogos em família, parques de insufláveis, pinturas faciais e animação de rua.

Haverá ainda atuações do grupo de cantares Rabelos do Douro, da banda de música infantil Indy Trupe, do Rancho Folclórico Recreativo de Godim, do grupo de bombos Zés P’reiras

O programa inclui também a entrega do prémio escolar APDL 2023.

Questionada sobre o ano turístico neste rio, a APDL disse que a “performance da navegabilidade do Douro continua em crescendo”, realçando que mantém o “turismo fluvial acima das 20.000 escalas e regista um recorde do número de passageiros em todas as variantes, ultrapassando um milhão de passageiros até ao mês de setembro”.

Os turistas podem percorrer o Douro em cruzeiros que fazem a viagem na mesma albufeira, em cruzeiros de um dia, em barcos hotéis e em embarcações de recreio.

Durante o ano de 2022, a Via Navegável do Douro atingiu os 1.095.249 passageiros, um aumento significativo face a 2021 (279.151) e 2020 (226.333), anos marcados pela pandemia de covid-19.

A APDL salientou que continua a promover a melhoria das condições da VND, tendo programados um conjunto de investimentos ligados à segurança, designadamente a expansão do sistema de videovigilância para monitorização e controlo do tráfego, a implementação de controlo de acessos em portos e cais e o Plano de Segurança e Emergência.

Por outro lado, reafirmando o seu compromisso com a sustentabilidade das suas operações portuárias na via navegável, a gestora acrescentou que está a promover a eletrificação dos cais para permitir a alimentação dos navios, a digitalização de processos e a melhoria do serviço de recolha de resíduos.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.