Quinta-feira, 6 de Maio de 2021
©DR

Escola básica de Palaçoulo fechada por causa de surto

A Escola Básica de Palaçoulo, no concelho de Miranda do Douro, foi encerada devido a um surto de covid-19 que atingiu um professor e seis dos oito alunos, disse hoje à Lusa o presidente do Agrupamento de Escolas.

“Tudo começou no fim de semana, após a docente ter dado positivo para covid-19. De imediato, a entidade de Saúde Púbica resolveu testar professores, alunos, funcionários e familiares diretos dos alunos para tentar cortar os elos de transmissão da infeção. Durante o processo, foram detetados seis alunos infetados [pelo SARS-CoV-2, que provoca a covid-19]”, explicou à Lusa António Santos.

Segundo o responsável, esta escola do distrito de Bragança está encerrada e os alunos estão em regime de ensino à distância acompanhados pelos respetivos professores.

Quanto ao jardim-de-infância, “que fica num espaço separado, mas com alguns serviços em comum, está em funcionamento”, frisou.

“Foram testados todos os professores (num total de quatro), uma auxiliar e uma educadora de infância e todos deram negativo para a infeção. Os familiares também foram testados, mas desconheço os resultados”, vincou António Santos.

A freguesia de Palaçoulo tem cerca de 400 habitantes, segundo fonte da Junta de Freguesia.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.947.319 mortos no mundo, resultantes de mais de 136,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.923 pessoas dos 828.173 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.