Quarta-feira, 8 de Dezembro de 2021
©Arquivo/VTM

Executivo garante que tudo estará pronto para receber os alunos na EB1 do Prado

Depois de o PSD questionar o município se há condições para os alunos voltarem à escola, Rui Santos garante que a segurança dos mesmos não está em causa.

-PUB-

Esta quinta-feira o PSD de Vila Real deu a conhecer um pedido de esclarecimento que enviou ao município sobre as obras que decorrem na EB1 do Prado. Tendo em conta que a partir da próxima segunda-feira os alunos voltam a ter aulas presenciais, o PSD quis saber se a segurança dos alunos, professores e auxiliares está garantida.

A VTM confrontou a autarquia com estas questões que afirmou que “no momento em que as crianças voltarem à escola, esta estará preparada para as receber com todas as condições de segurança”, acrescentando que “a obra foi consignada em outubro de 2020, tendo uma duração de 365 dias e que tudo decorre dentro do previsto”.

No momento em que as crianças voltarem à escola, esta estará preparada para as receber com todas as condições de segurança

Rui Santos, presidente da câmara, lembra que “a escola São Pedro também esteve em obras e foi possível articular tudo para que as aulas decorressem normalmente”, lamentando que “o PSD, a cada pequenina coisa, reaja no imediato, esquecendo-se que tem dois vereadores, que foram eleitos, e a quem nunca foi negada informação ou documentação solicitada”.

O autarca salienta que “temos falado com todos os responsáveis, desde empreiteiro ao agrupamento de escolas, para que se consiga compatibilizar as obras e as atividades letivas” e que, por isso, “os pais não devem ter receio de enviar os filhos para a escola na próxima segunda-feira”.

“O PSD procura sempre sujar aquilo que é bem feito no concelho”, reforça. “Afinal qual é a solução do PSD? É parar as obras, é abandonar a obra ou mudar os alunos de escola?”, questiona, concluindo que “aquilo que eu esperava é que viessem elogiar o facto de aquela escola, ao fim de tantos anos, estar, finalmente, em obras. Por vontade do PSD, aquela escola estava encerrada”.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.