Sábado, 2 de Julho de 2022

Festival do Vinho do Douro Superior está de regresso

O Festival do Vinho do Douro Superior regressa a Foz Côa, entre 27 a 29 de maio, depois de dois anos de interregno devido à pandemia.

O festival vai na sua nona edição “e com a experiência que fomos ganhando, dá para aumentarmos um pouco o número de expositores. Começámos com 88 e já ultrapassámos os 100 expositores só da sub-região vinícola do Douro Superior”, disse à Lusa o presidente da Câmara de Foz Côa, João Paulo Sousa.

A sub-região vinícola do Douro Superior faz parte da Região Demarcada do Douro (RDD), em conjunto com as sub-regiões do Baixo Corgo e Cima Corgo.

João Paulo Sousa disse ainda que o número de referências vitivinícolas ainda não está fechado, pelo que deverá ultrapassar as 500 referências de vinhos, mas só no primeiro dia do certame é que este número será “mais concreto”.

“O número de produtores de vinho no concelho de Vila Nova de Foz Côa tem vindo a aumentar nos últimos anos. Há grandes casas vitivinícolas que estão sediadas neste território”, salienta.

A iniciativa teve a sua estreia no final de 2012, como uma pequena feira regional, mas rapidamente passou a fazer parte do calendário dos grandes eventos vínicos do país, contribuindo para a afirmação da identidade do Douro Superior.

Nesta nona edição, o Festival de Vinhos do Douro Superior conta com a presença de produtores que olham para o certame como “a oportunidade de apresentar as suas novidades, assim como referências já consolidadas no mercado, nos [vinhos do] Porto, brancos e tintos provenientes daquela sub-região duriense”.

O Festival do Vinho apresenta também uma mostra de produtos alimentares típicos da região, que abrange os concelhos de Vila Nova de Foz Côa, Carrazeda de Ansiães, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Mêda, São João da Pesqueira, Torre de Moncorvo e Vila Flor.

O programa contempla ainda o Concurso de Vinhos do Douro Superior e um colóquio subordinado ao tema “Foz Côa, ponto de convergência de todas as proximidades”.

A organização deste festival é da responsabilidade da Câmara de Vila Nova de Foz Côa com a produção da “Grandes Escolhas”.

Destacam-se ainda as provas comentadas – “Grandes tintos do Douro Superior” no dia 27, pelo jornalista Fernando Melo, “Grandes Brancos do Douro Superior. Para o dia 28 será a vez da crítica de vinhos Valéria Zeferino e “Vinho do Porto”. No dia 29, caberá ao especialista Luís Antunes, uma prova de azeites da região do Douro Superior.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.