Terça-feira, 27 de Julho de 2021

GNR registou mais de 1.500 burlas a idosos em 2020

Bragança e Vila Real foram os distritos em que se registaram menos ocorrências, com 17 e 21 casos, respetivamente.

-PUB-

Segundo a GNR, as “burlas informáticas e nas comunicações” registaram maior ocorrência (331), seguindo-se as “burlas com fraude bancária” (169). As burlas cresceram 11% comparado com o ano de 2019, quando se registaram 1.412 ocorrências.

Os militares alertam ainda para burlas no âmbito da Covid-19, que se têm vindo a registar com as vacinas. “O burlão aborda a vítima dizendo que irá ser notificada para ser vacinada, a meio do diálogo diz à vítima que necessita de descontaminar/desinfetar a moradia das vítimas com finalidade de ter acesso aos bens da vítima e no final os burlões acabam por levar os bens”, revelaram à Lusa.

Segundo um “estudo efetuado”, estas burlas dividem-se em “938 casos” para vítimas masculinas e em “649 vítimas do sexo feminino”. No entanto, as vítimas são escolhidas aleatoriamente.

A Guarda Nacional Republicana alerta que, por regra, os burlões “são homens e mulheres bem vestidos, bem-falantes” que se fazem passar por “familiares, amigos de familiares ou funcionários de alguma empresa”.

Durante 2020, a Guarda deteve “seis pessoas em flagrante delito”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.