Domingo, 17 de Outubro de 2021

Há “governos papões” que impedem desenvolvimento do interior.

Na tomada de posse dos novos órgãos autárquicos, o presidente da Câmara de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado, não poupou nas críticas aos sucessivos governos, que apelidou de “papões”, que centralizam “tudo em Lisboa e deixam o interior do país abandonado” à sua sorte.

-PUB-

Dando como exemplo o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), o autarca revelou que “ainda não há nenhuma medida concreta para o interior”, ao contrário do que se verifica na Grande Lisboa, que “já tem inúmeras iniciativas prevista no PRR”.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.