Sábado, 18 de Setembro de 2021
©Elsa Nibra

Homem detido por caçar espécies fora do respetivo período de caça

A GNR de Bragança anunciou hoje ter detido um homem de 67 anos por caçar espécies cinegéticas fora do respetivo período de caça, no concelho de Mirandela.

-PUB-

“No decorrer de uma ação de fiscalização do ato venatório [relativo à caça], os militares da GNR detetaram o suspeito a caçar espécimes fora do respetivo período para a caça. No seguimento da fiscalização, foi ainda detetado que o caçador tinha na sua posse um cartucho carregado com múltiplos projéteis de diâmetro superior a 4,5 mm [milímetros], vulgarmente designados por zagalotes”, adianta a força policial em comunicado.

Na sequência da detenção, efetuada na passada quinta-feira por elementos do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Mirandela, a GNR diz ter apreendido “uma caçadeira, diversas munições e uma cartucheira”.

O detido foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Mirandela.

Conforme salienta a GNR, “no exercício do ato venatório é proibida a caça de espécies não cinegéticas, a caça em terrenos cobertos de neve, com exceção de espécies de caça maior (ex.: javali, veado, etc.), o abandono dos animais que acompanham o caçador, a captura ou destruição dos ninhos, dos ovos e crias de qualquer espécie. Estas práticas são tipificadas na lei como crime”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.