Sexta-feira, 12 de Abril de 2024
No menu items!

I Festival dos Produtos Durienses em Sabrosa

A Câmara Municipal de Sabrosa inaugurou, no dia 5 de novembro, o Mercado de Produtos Durienses, uma infraestrutura localizada em Paços, que pretende ser uma referência para a região e insere-se numa estratégia de desenvolvimento do concelho

-PUB-

Nesse  fim de semana, “o nosso concelho foi uma montra do que melhor se produz na Região Demarcada do Douro”. A inauguração foi feita pela Presidente de Câmara Municipal, Helena Lapa, e teve a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. Sabrosa juntou os presidentes das freguesias pertencentes ao concelho, tendo também a representação dos 19 municípios da CIM Douro, apostando na coesão e cooperação territorial.

O evento contou com a participação dos artistas Emanuel (que é natural deste concelho) e Bárbara Bandeira como cabeça de cartaz, numa festa que trouxe animação e alegria a Sabrosa. 

Em conversa com Helena Lapa, presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, defendeu que se deve aproveitar o que de melhor o concelho tem e a sua localização privilegiada, apontando, como fundamentais,  os seguintes setores estratégicos do desenvolvimento do concelho, como a coesão social para fixação de pessoas e atração de novas pessoas para o concelho, “apostando no reforço das medidas de apoio aos munícipes, de forma a torná-lo mais atrativo para quem cá vive. Temos vários apoios sociais para as famílias, alunos e seniores em vigor, apoios fiscais e temos cultura gratuita para todos, por exemplo.” 

Também no desenvolvimento industrial do concelho fundamental para estimular o comércio, a indústria e a promoção do emprego, consolidando os polos industriais existentes e a construção de outros para atrair pequenas, médias e grandes empresas para Sabrosa.

Assim como o turismo que é essencial para desenvolver este setor, promovendo os equipamentos existentes, explorando e otimizando as grandes potencialidades que o concelho possui a este nível, tendo a estratégia focada no Património Natural e Cultural,” que é vasto e riquíssimo”. 

Por último, a atratividade e inovação, apostando na inovação e transição tecnológica, digital e energética.

A relação com o Agrupamento de Escolas Miguel Torga é excelente, próxima e complementar. “Só com esta boa relação e com o trabalho de proximidade que é feito entre as duas entidades” é possível proporcionar as melhores condições e experiências possíveis aos alunos e a toda a comunidade escolar. 

Conteúdo produzido pelo Agrupamento de Escolas Miguel Torga

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.