Terça-feira, 15 de Junho de 2021
©Márcia Fernandes

Lita Raposo descobriu na pintura uma forma de ajudar os outros

Tudo surgiu por acaso. Um dia estava no escritório a olhar para umas tintas e uma tela e decidiu começar a pintar, onde encontrou um refúgio para ultrapassar a doença e os dias mais difíceis. Entretanto, foi desafiada para doar um quadro e a partir daí nunca mais parou com a nobre missão de ajudar quem mais precisa

-PUB-

Lita Raposo é uma jurista que tem vocação para as artes. No final de janeiro, quando o país vivia um novo confinamento, Lita decidiu “pegar” numas tintas e começar a pintar quadros, que oferece a instituições para  angariação de fundos. 

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.