Quarta-feira, 24 de Abril de 2024
No menu items!

Lobos do Brunheiro somam “bons resultados”

No fim de semana, os atletas dos Lobos do Brunheiro de Chaves marcaram presença em quatro pontos distintos do país.

-PUB-

Em Santo Tirso, numa das principais provas de corrida de montanha em Portugal, no Santho Tirso Ultra Trilhos competiram três atletas, nas distâncias de 44 e 18kms, ambas as provas certificadas e a contar para o circuito Nacional da ATRP (Associação de Trail Running de Portugal).

Na distância mais longa esteve Pedro Roxo que completou os 44kms em 5h50m, obtendo o 44° lugar da geral e 5°lugar M45.

Já Hugo Fernandes, que se desafiou no trail curto de 18 kms, termina a prova em 2h20 na posição 207ª da geral e sobe ao pódio com um 1° lugar do escalão MSub23. Na mesma distância, Pedro Alves termina a prova em 3h11 na posição 437ª da geral 61ª posição do escalão MSénior.

Em Mondim de Basto, no evento desportivo de BTT Rota do Mel, organizado pelo Mondimbike Clube, na distância de 55kms, estiveram os atletas Guilherme Pereira e Carlos Machado, “igualmente com excelente desempenho”.

Em Amarante esteve Víctor Pereira na Resistência Mountain Quest, uma prova de Mountain Bike, que tem como objetivo atravessar de uma só vez, num único dia, as serras da Aboboreira, Marão, Alvão e Senhora da Graça em total autonomia e guiada por GPS. Uma prova dura de resistência e superada com sucesso pelo atleta que finaliza o desafio na 3ª posição da geral e escalão.

Para terminar, na Costa da Caparica, Hugo Chaves participou na prova histórica G.P. do Atlântico, onde percorreu as principais ruas desta cidade e o fantástico paredão junto às praias, com o tempo de 45m50s e na 25ª posição do escalão MSénior.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

MAIS ARTIGOS

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS